Medeiros Neto: PETO prende trio com drogas perto de ponte “que liga nada a lugar nenhum”

O trio foi detido nas proximidades da famosa ponte “que liga nada a lugar nenhum”. Foto: Reprodução

Durante rondas nas proximidades da rua Sete de Setembro, no início da tarde desta quarta-feira (03), uma guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), da 44ª CIPM de Medeiros Neto, avistou dois elementos em atitude suspeita. Eles foram interceptados nas proximidades da famosa ponte “que liga nada a lugar nenhum”, local contumaz de tráfico e uso de drogas.

Após abordagem pessoal, os policiais encontraram uma grande quantidade de crack e maconha em posse de Nícolas Ferreira de oliveira, de 18 anos, e Gean Carlos Souza Evangelista, de 27. Em diálogo com os PMs, Gean Carlos, que já tem passagem pela Justiça por tráfico, admitiu a propriedade da droga.

Nícolas ainda informou aos policiais que haviam mais drogas na casa de um amigo, identificado pelo vulgo de “Neguinho”, no bairro São Bernardo, em um local conhecido como “Buraco de Amirca”. A polícia então se deslocou para verificar as informações no local, onde interceptaram Mozart Lima de Queiroz, de 23 anos, que admitiu ser usuário, mas que apenas “passou na casa do amigo ‘Neguinho’ para saber se estava tudo bem com ele e com sua criança, e que já estava de saída, pois precisava levar uma melancia para seu pai“.

Na referida residência, foram encontradas mais seis buchas de maconha. Pelo fato de ter admitido ser usuário, Mozart foi questionado se não estaria ali para comprar drogas, mas ele negou.  Na ação policial, foram apreendidas 120 pedras de crack e 30 buchas de maconha.

Na delegacia, Gean Carlos se manteve em silêncio. Já Nícolas Ferreira falou à reportagem do Medeiros Dia Dia que pegou 50 gramas de maconha para fumar, mas que acabou vendendo e teria voltado ao local para comprar 20 reais de crack; segundo ele, eram os últimos 20 reais que tinha.

Diante dos fatos, o trio ouviu voz de prisão e foi conduzido para a delegacia de Medeiros Neto, onde foi apresentado para o delegado Willian Telles, que flagranteou os suspeitos por tráfico de drogas, sendo eles recolhidos para a carceragem da unidade policial, onde ficaram à disposição da Justiça.

Fonte: Medeiros Dia Dia

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui