Medeiros Neto: Justiça manda prender 5 acusados de pedofilia

Os jovens são acusados de estupro de vulneráveis e aliciamento de menores

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A juíza Andréa Gomes Fernandes Beraldi, atendendo pleito do Ministério Público, decretou a prisão preventiva de cinco acusados de estupro de vulnerável e favorecimento da prostituição ou outra forma de exploração sexual de vulnerável. Luan Bom Jardim, Cláudio Silva (conhecido popularmente como “Cal Enfermeiro”), Victor Magalhães, Abraão Alves dos Santos e Dante Oliveira Amaral já foram recolhidos à cadeia pública da cidade.

Os acusados já respondiam em liberdade a denúncias que as mães dos menores já haviam prestado. Contudo, a prisão dos cinco foi decretada porque eles estariam ameaçando as famílias das vítimas.

A juíza também determinou o recolhimento de todo o material suspeito na casa dos acusados, como computadores, máquinas fotográficas, CDs, DVDs, pen drives e celulares.

A mãe do menor de idade K. S. S., atualmente com 14 anos, descobriu que seu filho estava sendo aliciado e influenciado a praticar sexo em troca de alguns objetos de valor, após ler algumas conversas das crianças com os criminosos pelas redes sociais. Ela também descobriu que o mesmo crime estava sendo praticado contra seu sobrinho, T. S., de 13 anos.

 

 

* Com informações de Petrina Moreira Nunes / Jornal Alerta

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui