MDS realiza encontro com os parceiros do Programa Cisternas

Foto: Ascom do Sedes
Celebrando conquistas e refletindo desafios. Com esse tema, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) realiza, nestas quinta e sexta-feira (2 e 3), um encontro na Bahia com os parceiros do Programa Cisternas. O evento será no Hotel Sol Barra, em Salvador, com abertura marcada para as 19h30 de quinta-feira. Durante o encontro, será realizada a assinatura de novo Termo de Parceria com a Associação Programa Um Milhão de Cisternas (AP1MC), da Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA), e a divulgação das parcerias realizadas no âmbito da Cooperação Espanhola.

O objetivo do evento é dar publicidade às parcerias, celebrar os números alcançados pelo programa, promover a reflexão sobre as conquistas e desafios, além de discutir e informar o Curso à Distância do Programa Cisternas e o Prêmio Mandacaru.

A mesa de atividades será composta por representantes do MDS, do Governo da Bahia, do embaixador da Espanha, D. Carlos Alonso Zaldivar e do coordenador geral da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento, Jesus Molina. Ainda fazem parte da mesa, representando o MDS, a ministra Márcia Lopes e o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Crispim Moreira, como também os representantes da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, da Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA), do Consórcio para o Desenvolvimento da Região do Ipanema (Condri), dos movimentos de Mulheres Camponesas (MMC), dos Atingidos por Barragens (MAB) e lideranças comunitárias.

Na sexta-feira (3), o embaixador D. Carlos Zaldivar participará de uma missão no município de Araci, localizado no Território de Identidade Sisal. O embaixador e sua equipe visitarão construções de cisternas e conversarão com os beneficiários para entender como funciona o sistema na Bahia.

A superintendente de Inclusão Alimentar e Nutricional da Sedes, Ana Torquato, fará explanação no painel de discussão a respeito dos avanços e desafios – “O Programa Cisternas sob a ótica de seus executores”. “Na Bahia, o desenvolvimento social passa pela qualidade de bens importantes para o convívio humano. A água é um desses fatores e nosso desafio é diminuir ainda mais os índices de insegurança alimentar”, destaca Ana Torquato.

Parceiros – As parcerias do Programa Cisternas são os governos dos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Sergipe, além das ações em conjunto com a ASA, com o Condri e com os programas “1 milhão de Cisternas” e “Uma Terra e duas Águas”.

Fonte: Ascom do Sedes

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui