Major Silvio Nunes comemora três anos à frente da Polícia Militar de Teixeira

O major Silvio Nunes, comandante da 87ª CIPM. Fotos: Elizeu Portugal/OSollo

Implantação de nova sede, Ronda Maria da Penha, Natal Solidário, redução em homicídios, aumento de efetivo.

Essas são algumas das ações de destaque em três anos de comando do major Silvio Nunes à frente da 87ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), em Teixeira de Freitas.

No dia 22 de novembro de 2016, o novo comandante substituía o então major Raimundo César Magalhães.

Evento alusivo ao Dia da Bandeira na sede da 87ª CIPM

Silvio Nunes entrou para a Polícia Militar da Bahia (PMBA) em 1990. De lá para cá, assumiu os postos de tenente, capitão, antes de se tornar major.

Em quase 30 anos de serviços prestados, já passou por unidades de diversas cidades do estado, entre elas: Vitória da Conquista, Ribeira do Pombal e Salvador.

Em entrevista exclusiva ao jornal OSollo nesta manhã, o comandante da PM de Teixeira destacou aspectos que marcam sua atuação.

Durante estes três anos, nós conseguimos impor uma identidade à 87ª CIPM e, de acordo às nossas estratégias de policiamento, a cidade vem vivendo dias muito mais tranquilos“, disse.

Segundo ele, a unidade tem registrado uma diminuição nos crimes violentos letais e intencionais (CVLI) desde 2017, quando manteve em 2018 e com a perspectiva de fechar 2019 com mais de 35% de redução.

O prefeito de Teixeira, Temóteo Brito, o coronel Anselmo Brandão e o major Silvio Nunes durante inauguração da nova sede da Companhia

Outro momento importante foi a inauguração da nova sede, na avenida das Nações, quando recebeu ainda a visita do comandante-geral da PMBA, o coronel Anselmo Brandão.

A nossa relação, tanto pessoal quanto profissional, é excelente. Tanto que isso vem sendo apresentado na forma como a PM tem sido tratada aqui em Teixeira, com muito mais atenção“, disse.

Mas, o bom desempenho da unidade não resume apenas a fatores internos. A parceria com outros órgãos também resulta em benefícios para a comunidade, como recentemente ocorreu em uma ação cívico-social no bairro Liberdade.

Comando da 87ª CIPM se reúne com sociedade civil. Foto: Ascom/87ª CIPM

Conforme relatou o major, a 87ª CIPM mantém vínculos sérios e imprescindíveis com a Polícia Civil, a Polícia Técnica, Ministério Público, Defensoria Pública, Poderes Judiciário, Executivo e Legislativo, Conjunto Penal e outros.

A nossa expectativa é começar 2020 a todo vapor, com ainda mais estímulo para trabalhar. O nosso efetivo, hoje, consegue expressar um compromisso e responsabilidade com a segurança de Teixeira de Freitas“, comentou.

Por falar em efetivo, o major enfatizou a satisfação do público interno. A Companhia conta com uma tropa que tem aplicado total profissionalismo e compromisso para com a comunidade – fator primordial na realização dos serviços.

Outras ações

A 87ª CIPM/Teixeira comemora ainda a implantação da Ronda Maria da Penha, que, aos poucos, tem ganhado consistência.

87ª CIPM durante ação cívico-social em bairro periférico. Fotos: Divulgação

Em parceria com o Município, deve formar quase 400 alunos pelo Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), e novas escolas vêm, sucessivamente, recebendo o sistema cívico-militar.

Ao fim do ano, a Companhia espera realizar um Natal Solidário ainda maior com relação à primeira edição, no ano passado. Foram cerca de duas toneladas de alimentos distribuídas a entidades assistenciais da cidade, além de brinquedos e festa para a criançada.

Entidades recebem cestas básicas e levam até famílias

Eu tenho que agradecer a todo mundo, a toda a sociedade civil organizada, os empresários que nos ajudam. Sozinho a gente não consegue fazer tudo, mas com a parceria chegamos muito mais longe“, ressaltou o major.

E finalizou com sua frase característica : “Eu costumo dizer que sou o subcomandante porque o comandante desta unidade é Deus“.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui