Mais de 150 prefeitos apoiam candidatura de Otto na chapa do PT

O Partido Social Democrático (PSD) oficializou, nesta terça-feira, 17 de dezembro, o apoio à pré-candidatura do presidente da sigla no estado, Otto Alencar, para o Senado Federal. A vaga compõe a chapa majoritária encabeçada pelo secretário da Casa Civil, Rui Costa, do PT.

Mais 150 prefeitos, 100 ex-prefeitos e 400 vereadores baianos, além dos membros do PSD e do PT, lideranças políticas dos partidos da base do governo Jaques Wagner, secretários de governo, lideranças políticas do interior baiano e presidentes de diretórios do PSD da Bahia, participaram do ato realizado na sede de União dos Prefeitos da Bahia (UPB), em Salvador.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Do extremo-sul do estado, a prefeita Cláudia Oliveira, de Porto Seguro, uma das primeiras a se filiar ao partido, em 2011, foi a única a falar representando os demais gestores. “A expectativa é a melhor possível e várias lideranças do PSD já haviam sinalizado, por diversas vezes, o desejo de apresentar Otto Alencar como opção para manter a aliança, iniciada em 2010. Nosso vice-governador é um dos quadros fortes do governo, sendo uma das lideranças políticas mais conhecidas em toda a Bahia”.

Muito aplaudida, a fala da prefeita de Porto Seguro foi seguida pelo vereador Paulo Brasil, de Eunápolis, que se pronunciou na condição de representante das regiões baianas. Ele destacou o nome de Otto “como peça-chave para que os petistas construam com mais facilidade o caminho para o êxito no ano que vem”. Muito eloquente, o discurso de Paulo Brasil chegou a ser citado pelo vice-governador, Otto Alencar.

PROJETO POLÍTICO

As lideranças do extremo-sul da Bahia, encabeçadas por Robério Oliveira, duas vezes prefeito de Eunápolis, foram recepcionadas pelo anfitrião do encontro, Otto Alencar, que abriu a cerimônia sem disfarçar a emoção. “Aqui temos muitos guerreiros, temos homens e mulheres que vão para a campanha com coragem, força e vontade de lutar. Vamos à vitória”, conclamou Otto.

Rui Costa definiu o ato como a oficialização da união entre os dois maiores partidos da base de Wagner, como a celebração de um projeto político, do respeito e do trabalho. “Hoje é o dia de dar o segundo passo para definir a chapa majoritária. Estar ao lado de Otto é estar ao lado de um amigo, de um homem trabalhador, que dedica a vida para cuidar da nossa gente”, disse Rui.

Já o governador Wagner se mostrou otimista com a dupla Rui e Otto. “O primeiro representa a antiga caminhada do PT e o segundo, uma caminhada de outro agrupamento político que a gente une. Eu acho que essa união é que fortalece muito. Eu acho que Rui está muito preparado, fez a articulação política no primeiro mandato, fez gestão no segundo mandato… Otto tem uma capilaridade muito grande, tem clareza do que a Bahia precisa, então, eu me sinto interiormente tranquilo”, definiu. A previsão do anúncio do nome do vice é pra depois do Carnaval.

APOIO DO EXTREMO SUL DA BAHIA

Além da prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, e o ex-prefeito Robério Oliveira, também foram hipotecar o apoio à aliança PSD e PT, o vice-prefeito de Porto Seguro, Beto do Axé Moi, o presidente da Câmara de Porto Seguro, Paulo Onishi, os vereadores Corea da Farmácia , Hélio Brasil, Evair Fonseca, Luiz André, Nilsão, Cido de Pindorama, Danilo Suprilar, Léo da Ceia, Ditão do Arraial e Bené do Arraial. De Eunápolis estavam presentes os vereadores: Paulo Brasil, Zé Pelanca, Tó do Cavaco, Ubaldo Suzart, Gildair da Telha Sul e Nádio da Roni, além do secretário de educação de Porto Seguro, Miguel Balejo , ex-vereadora de Eunápolis, Carmem Lúcia , professor José Carlos da Auto Escola, presidente do PSD de Eunápolis, Ronivaldo Silva, Jairo Júnior da saúde, Agnelo Júnior, presidente do PSD de Santa Cruz Cabrália.

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui