Lutadora baiana é a primeira mulher a conquistar dois cinturões no UFC

Foto: Reprodução

A baiana Amanda Nunes fez história na madrugada deste domingo (30), em Los Angeles. A lutadora contrariou as apostas, nocauteou a curitibana e favorita, Cris Cyborg, em 51 segundos de combate, no UFC 232, e se tornou a primeira campeã dupla da organização – pesos galo e pena.

Após o embate, um dos mais esperados da noite, a soteropolitana se mostrou surpresa com sua performance e pediu para entrar no Hall da Fama do MMA. “É incrível. Me ajudem a acreditar! Eu esperava que a luta fosse assim. Eu sou a primeira campeã dupla do UFC. Eu disse que seria assim. Dana, eu quero meu lugar no Hall da Fama.

Eu sou uma leoa, e leoas fazem assim. Eu sinto o cheiro de sangue. Meu técnico sempre me diz para ficar calma para conseguir ver tudo. Meu técnico, Anderson Franca, disse para que eu esperasse ela ficar desesperada para jogar meu overhand. Sabia que tinha que ficar calma, que quando jogasse minha mão em cima dela, ela iria sentir. Também sabia que quando acertasse aquele chute eu abriria caminho para a vitória”, disse ainda no octógono.

Com o título, Amanda se torna a terceira atleta a ter dois títulos simultâneos, se igualando a Conor McGregor e Daniel Cormier

Fonte: Bahia.ba

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui