Lídice: ao desistir, Neto ‘se destituiu da condição de líder’ político

“Se antes Rui [Costa] era favorito para vencer, agora seu favoritismo cresce”, avaliou a senadora socialista sobre as eleições de 2018

Foto: Junior Improta / Ag. Haack / bahia.ba
Foto: Junior Improta / Ag. Haack / bahia.ba

A senadora Lídice da Mata (PSB) disse, na manhã desta segunda-feira (9), que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), “se destituiu da condição de líder” político, ao desistir da candidatura ao governo da Bahia na última sexta-feira (6).

Em entrevista à rádio Metrópole, a socialista afirmou que a desistência mostrou uma imagem “fragilizada e de fraqueza política” de ACM Neto. Para ela, ao não ser candidato, o democrata soteropolitano demonstrou receio de perder para o governador Rui Costa (PT), que disputará a reeleição.

“O líder se faz para perder. O líder se faz também na derrota. […] O prefeito demostrou que ele não é líder político”, atacou a senadora. Lídice ressaltou que, se o “amor por Salvador” foi o motivo para Neto não ser postulante ao Palácio de Ondina, ele nunca deveria ter admitido a hipótese de ser candidato. “[Tinha] que respeitar a vontade do povo”, frisou.

Na avaliação dela, a desistência de Neto foi “positiva” para o governo. “Se antes Rui era favorito, agora seu favoritismo cresce. Agora, do nosso lado, não pode ter ideia do já ganhou”, ponderou.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui