Já entendemos?

“Quando terminou de lavar-lhes os pés, Jesus tornou a vestir sua capa e voltou ao seu lugar. Então lhes perguntou: Vocês entendem o que lhes fiz?” (João 13.12)

Quando Jesus fazia uma pergunta, imagino certa apreensão nos discípulos para responde-la. Eles já estavam com o Mestre há cerca de três anos. Mas não teriam mais tanto tempo. Eles não sabiam disso, mas Jesus sabia. Sua hora havia chegado (Jo 7.30) e era necessário reforçar as coisas mais importantes e preparar aquele seleto grupo de pessoas fracas e confusas para o que viria. Jesus escolhe o tópico “servir”. E não usaria palavras. Ele demonstraria pelo exemplo e assim o fez, lavando os pés dos discípulos. Imagino-os trocando olhares de constrangimento diante da atitude do Mestre. Estavam sempre pensando no primeiro lugar. Precisavam entender que no Reino de Deus as coisas são diferentes. A maior honra é servir, a maior grandeza é aprender a ser apenas um servo.  Ao terminar de lavar os pés dos discípulos, Jesus vestiu sua capa e voltou ao seu lugar. E então perguntou: “Vocês entenderam o que lhes fiz?”

Será que já entendemos o Evangelho? Já entendemos o significado do que Cristo fez por nós? Tanto tempo depois, tantas igrejas, tantas músicas, tantos livros, tantos pastores, tantos cristãos, tantos programas, tantas fórmulas… será que estamos no caminho certo? Já entendemos nosso lugar e nosso papel? Dizemos que somos seguidores de Jesus, seus discípulos, mas somos gente pronta para servir? A humildade tem sido nossa marca, em lugar de presunção e orgulho? O que buscamos mais frequentemente? A grandeza ou a simplicidade que nos faz ver, amar e servir o outro? Seguir a Jesus significa manifestar a presença do Reino de Deus. E onde o Reino de Deus chega, coisas boas acontecem. A presença de nossas igrejas tem mudado a realidade de nossas ruas? O aumento do número de cristãos tem aumentado o número de pessoas que servem, amam e cuidam?

Não é frequentando cultos que declararemos o Reino. Frequentamos cultos para aprender melhor a manifestar o Reino! Se vamos aos cultos e ignoramos as pessoas, estamos negando o Reino e nos distanciando do seguimento a Cristo. Ele nos mandou amar as pessoas, inclusive os inimigos. Ele nos chamou para sermos servos, para levarmos as cargas uns dos outros e mostrou que nossa vocação é sermos misericordiosos. Sendo o Mestre, lavou os pés dos discípulos para que eles entendessem que essa deveria ser a atitude deles. Somos herdeiros dessa fé. A fé que gera servos, que incentiva o amor e resiste aos encantos do poder. Há pés para serem lavados, há pessoas para serem amadas. Há muita dor, tristeza, pobreza de todos os tipos, solidão e muito orgulho, vaidade e preconceito. Há muita religiosidade e pouca espiritualidade. Ainda temos muito a aprender sobre amor e graça. Se realmente queremos seguir a Jesus então sirvamos. Será que já entendemos isso?

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui