Itambé: Família acusa hospital de demora em parto; mulher de 22 anos perdeu bebê

Ela foi transferida pela família para Hospital em Vitória da Conquista.

Diretor diz que paciente estava muito nervosa, o que dificultou cesariana.

Uma mulher grávida de nove meses perdeu o filho na quinta-feira (23), segundo informações da família. O caso aconteceu na cidade de Itambé, sudoeste da Bahia e só foi divulgado neste sábado (25).

Segundo a família de Simara Santos, de 22 anos, ela deu entrada no Hospital Santa Casa de Misericórdia São Sebastião com contrações pela manhã. Ainda segundo a família, à noite ela ainda não tinha dado à luz.

A família de Simara acusa o médico e diretor do hospital de não autorizar a transferência dela para Vitória da Conquista já que o hospital de Itambé não realiza cesariana. Insatisfeita com a demora, a família resolveu transferir Simara por meios próprios para o Hospital Esaú Matos, em Vitória da Conquista, mas quando chegou lá o bebê já estava morto.

O diretor do Hospital de Itambé justificou a demora na tomada de decisão e disse que teria condições de fazer o parto de Simara, mas a paciente estava muito nervosa, o que dificultou que o parto acontecesse normalmente.

 

 

Fonte: G1

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui