Itamarajuense Juniex Santos e Pan Batista assumem mesa diretora do Conselho Estadual de Cultura

Ambos foram eleitos para os cargos de vice-presidente e presidente, respectivamente

Adinil Batista e Junieques Santos eleitos nova mesa diretora do CEC. Foto: Lucas Vinícius Ascom/CEC

O Conselho Estadual de Cultura, em realização da 3ª e 4ª sessão plenária do ano de 2019, elegeu, na tarde desta segunda (27), Adinil Batista para presidente e Junieques Santos como vice-presidente.

Ambos assumem a mesa diretora para o mandato até 2022. A nova gestão será empossada na próxima reunião plenária, no dia 27 de junho, na sede do CEC-BA.

Quem são

Adinil Batista de Souza, ou Pan Batista, como gosta de se identificar, representa o setor de Manifestações Populares. Nascida e criada na comunidade quilombola de Santiago do Iguape, Pan é a primeira quilombola da UFRB/CAHL a ser contemplada com a bolsa permanência do MEC para quilombolas.

Junieques Batista dos Santos, ou Juniex Santos como costuma se identificar, é natural da cidade Itamaraju onde reside. Formado em Administração pela Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas, especializando em Transdisciplinaridade da Cultura pela Universidade Estadual da Bahia, produtor cultural desde 2005, ativista cultural, palestrante e conferencista.

Atuou como representante territorial de Cultura da Secult-BA no Extremo Sul entre 2013 e 2016. Foi coordenador da Câmara Temática de Cultura e coordenador técnico do Colegiado Territorial do Extremo Sul – CODETER entre 2013 e 2017. Atualmente, presta consultorias a instituições e produtores, além de ser o coordenador cultural do Projeto Escolas Culturais na cidade de Itamaraju.

O processo eleitoral

A chapa apresentou cerca de 20 compromissos como parte das ações que pretendiam exercer caso eleita. Pan afirmou estar preparada e aberta ao diálogo com o coletivo, ressaltando que pretende ouvir a todos.

Em relação as propostas, Juniex destacou algumas delas, como: realizar gestão participativa com escuta e construção coletiva, defender a ampla representatividade da sociedade civil no CEC. Promover espaços de formação aos conselheiros para fortalecer debates. Primar pela continuidade de itinerância do CEC nos territórios e dar continuidade ao projeto “Fala Sociedade”, entre outros pontos.

A chapa Pan Batista e Juniex Santos obteve 16 votos, já a chapa Suely Melo e Bruna Setenta obteve 11 votos. O CEC é composto por 30 conselheiros titulares cada um deles com seu próprio conselheiro suplente. Na sessão, estavam presentes 27 conselheiros com direito a voto.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui