Itabuna: Pronatec começa a transformar sonhos em realidade

Jarinalva Nunes do Curso de Agente de Inclusão Digital do Pronatec – Foto Pedro Augusto
Aposentados que se sentiam excluídos do mundo digital, estudantes com necessidade de aumentar seus conhecimentos e desempregados que querem retornar ao mercado de trabalho formam o maior contingente de matriculados nos oito cursos oferecidos gratuitamente pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que conta com apoio da Prefeitura de Itabuna.

Com aulas ministradas na Ação Fraternal de Itabuna, nos turnos vespertino e noturno, os cursos ofertados em parceria com o Governo Federal, por meio do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologias da Bahia (IFBA), têm atraído pessoas de diversas faixas etárias. Uma das beneficiadas é a aposentada Jarinalva Nunes Prata de Almeida, 72 anos, que está frequentando as aulas do curso de Agente de Inclusão Digital.

Dona Jarinalva Prata entrou para o curso porque se sentia excluída da internet e das redes sociais e porque pretende ajudar um dos filhos na gestão de uma microempresa. A aposentada diz que está apaixonada pelas aulas de informática e acredita que, no final do curso, já estará acessando a internet com mais facilidade e conhecendo os programas usados pela empresa do filho.

Na sala ao lado estuda Marise Oliveira Nascimento, que frequenta o curso de Mestre-de obra há pouco mais de um mês. A estudante diz que o objetivo é se qualificar para o mercado de trabalho. A construção civil é um dos setores que mais cresce no Brasil, mas ainda é dominado pelos homens. “Estou me preparando para ganhar dinheiro nessa área”, afirma confiante Marise.

Já o estudante Alex Sandro Santos da Silva conta que está frequentado o curso de Fotografia porque gosta de registrar imagens da família, principalmente em viagens e eventos como formatura e casamento. “Quero dominar a técnica para que as fotografias fiquem com mais qualidade”, diz Alex, que paralelamente está cursando o ensino superior em uma faculdade.

Outra que também está se qualificando para socorrer à família e os amigos a partir da conclusão do Curso Reparo e Montagem de Computador é a estudante Yasmine Santos Lima. A jovem afirma que depois do curso a mãe, ela e irmãos não vão precisar mais pagar técnico para resolver os problemas domésticos relacionados aos equipamentos de informática.

A professora Cheila Almeida Santos explica que os cursos técnicos do Pronatec estão ajudando a qualificar a mão-de-obra no município que tem nos setores da indústria, comércio e serviços, além da agricultura, a sua base econômica. Mas o mercado de trabalho local ainda necessita de profissionais mais qualificados.

Além de Reparo e Montagem, Fotografia, Mão-de-obra e Agente de Inclusão Digital, no Núcleo da Ação Fraternal de Itabuna são oferecidos cursos de Operador de Computador, Músico de Banda, Instalador e Reparador de Redes com carga horária que variam de 240 a 360 horas, aulas teóricas e práticas. O curso de Mestre-de-Obras é mais longo deles.

__________________

Prefeitura de Itabuna

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui