Itabuna: Prefeitura vai instalar radares visando a redução de acidentes de trânsito

Depois de uma análise criteriosa dos pontos onde motoristas desenvolvem maior velocidade e do índice de acidentes nesses locais, a Prefeitura de Itabuna inicia a instalação de radares de controle de velocidade em algumas avenidas e em dois cruzamentos do centro da cidade. Cinco radares serão utilizados para o controle da velocidade e dois sensores para controle de avanço de sinal.

O secretário Clodovil Soares, da Secretaria de Transporte e Trânsito, explica que os sensores estarão nos cruzamentos da Avenida do Cinquentenário com as ruas Adolfo Maron e Professor Alicio de Queiroz, e os radares fixos serão instalados nas avenidas Amélia Amado, José Soares Pinheiro, Aziz Maron (em frente ao shopping), e Princesa Isabel. Os equipamentos estão sendo instalados e serão operados pela empresa Gerenciamento de Controle de Trânsito – GCT, vencedora da licitação, sob a coordenação e monitoramento da Settran.

A expectativa é de que até o final de novembro todos os aparelhos já estejam implantados. “Depois de instalados, os equipamentos serão aferidos pelo IBAMETRO e então será feita uma campanha educativa, por 30 dias, antes da cobrança de multa pelas infrações”, explica Clodovil Soares, acrescentando que inicialmente as notificações serão educativas.

A velocidade permitida nas avenidas controladas por radar será de 50 quilômetros por hora. Depois de um período de campanha educativa, os infratores serão multados, de acordo com o Código de Transito Brasileiro, artigo 218, que considera infração “transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias: (Redação dada pela Lei nº 11.334, de 2006)”.

SALVAR VIDAS

Estudo recente da Organização das Nações Unidas revela que a redução da velocidade é o principal ponto para a sobrevivência de uma pessoa vítima de atropelamento. Para se ter ideia em um atropelamento com um impacto de 30 quilômetros por hora o pedestre possui 35% de chances de morte contra 90% a 70 quilômetros.

“Muitas pessoas questionam a implantação desses equipamentos e dizem que a redução irá congestionar o trânsito. Mas, a redução é para evitar acidentes aumentando as chances de sobrevivência do pedestre e do condutor em caso de uma colisão. Esta medida é a mesma implantada em países desenvolvidos, pela sua importância para a sobrevivência, pois o radar salva vidas. Andar devagar é respeitar o direito do próximo”, afirma o secretário de Trânsito.

________________

Prefeitura de Itabuna

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui