Inverno começa animado no São João do Pacatá

(Foto: Hadija)
No primeiro dia de inverno, 21, mais de dez mil pessoas participaram da festa de São João, no Corredor Cultural Pacatá, em Porto Seguro (BA). Moradores da Rua Marechal Deodoro estavam nas portas das casas, turistas chegando o tempo todo e o povo nativo, em massa, aproveitando as delícias da comida típica das festas juninas vendidas nas várias barracas montadas próximas ao mangue.

Nesta festa, como conta o prefeito Abade, o público alvo é, na verdade, as famílias e crianças da cidade. Para isso, um eficiente esquema de segurança garantiu a tranqüilidade do arrasta-pé. Segundo o major da PM, Nunes Lima, a partir do momento em que os policiais são vistos na rua, o trabalho preventivo já está sendo feito, pois inibe possíveis condutas ante-sociais. “São 30 policiais em patrulha ao longo do circuito. Ao todo, são 80 policiais atuando também nos outros bairros e distritos onde a Prefeitura de Porto Seguro realiza a festa junina”, informa.

Abade acompanhou a festa na segunda-feira e aproveitou para conversar com os antigos moradores da rua. Seu Benedito Bento dos Santos, que vive na Rua Marechal Deodoro, também conhecida como Rua do Mangue, há quase 40 anos, diz estar muito satisfeito com a festança. “O prefeito Abade ressuscitou a Marechal Deodoro. Nunca vimos a rua tão alegre e com tanta gente animada”, comemora, junto à parceira de forró.

Festa aconchegante

Segundo o prefeito, o intuito desse São João é resgatar a verdadeira cultura e tradição das festas juninas do Nordeste, valorizando o casario antigo da rua, as comidas e bebidas típicas, além de trazer à tona aquele espírito simples das boas prosas e a alegria de se festejar o início do inverno. “Vamos transformar o São João do Pacatá em uma festa tradicional e aconchegante para os nativos de Porto Seguro, e também em novo produto turístico”, frisa o Prefeito, muito satisfeito com o público, que se balançava em ritmo frenético, ao som da sanfona e triângulo das bandas de forró.

Três atrações musicais animaram a terceira noite de São João. A banda local, Raízes Nordestinas, abriu o evento esquentando o público com consagradas canções para quem gosta de dançar.

Exatamente à meia-noite, a dupla sertaneja, Edu e Maraial, entrou no palco principal. Eles tocaram forró, baião e muita música no estilo sertanejo. “Nosso sertanejo é diferente, muito romântico, sem deixar de ser alegre e contagiante”, anunciou o cantor Edu, prometendo animação até a madrugada. Músicas do recém gravado DVD, Rua da Amargura, além de canções dos outros três CD’s da dupla, com músicas inéditas agitaram os festeiros. O Trio Araripe fechou a noite, também com muito forró pé- de- serra.

Mais forró pé-de-serra

Na noite do dia 22, o Corredor Cultural Pacatá mais uma vez recebeu uma multidão. A programação contou com três bandas que agitaram a noite com arrocha, lambada e muito forró. A primeira a se apresentar foi a Banda Cheiro de Forró, que esquentou os forrozeiros. Em seguida, no segundo palco, apresentou-se o Trio Virgulino, com músicas bastante conhecidas do público, a maioria no estilo tradicional do forró pé-de-serra e chote. A última atração da noite foi a Banda Cacau Com Leite, que tem conquistado muitos fãs no Nordeste com bailões prá lá de animados.

A festa também foi destinada às crianças, que puderam se divertir com pula-pula e piscina de bolas. Guloseimas não faltaram: a meninada saboreou pipoca com queijo, algodão doce, pé-de-moleque, mungunzá e muitas outras delícias. Já os mais velhos, esquentaram o corpo com quentão e renovaram as energias com comida caseira vendida nas barracas e casas situadas ao longo do corredor cultural.

Muita gente aproveitou a festa para boas prosas. Vânia Fernandes aprovou o novo modelo de festa de São João em Porto Seguro. “Tomara que a festa seja sempre aqui, pois ficou aconchegante, seguro e propício para conversar com os amigos”, conta, sentada em uma mesinha na calçada de um pequeno restaurante, junto a duas irmãs, sobrinha e amigos. Sua irmã, Vandinalva, concorda. “Essa é a verdadeira festa junina, que lembra o estilo da vida rural ao mesmo tempo em que favorece o encontro com amigos”, ressalta.

Além da festa no circuito Pacatá, no Centro da cidade, a festa também foi realizada nos bairros Baianão, Cambolo e nos distritos de Pindorama, Vera Cruz, Arraial d’Ajuda e Trancoso.

O evento promovido pela Prefeitura de Porto Seguro, por meio da Secretaria de Turismo, tem o apoio da Bahiatursa, Ministério do Turismo, Ambev e Petrobrás.

Projetos para o PacatáOtimizar eventos no Corredor Cultural Pacata é o que está nos planos do secretário de Turismo, Guto Jones. Alguns projetos já estão sendo elaborados, para valorizar o local como espaço de festas e cultura.

Para o Carnaval, já se pensa em realizar a folia da terceira idade e de crianças no local, além de trazer para o circuito o tradicional Carnaval das marchinhas, sambas de roda e fanfarra.

Outra novidade é a ideia de criar uma feira de artesanato no local, todos os domingos, incluindo comida típica e apresentações artísticas aos domingos. “Para isso, estamos mobilizando as operadoras receptivas, o comércio e a comunidade, para que possamos inovar os atrativos locais cada vez mais, valorizando o que temos de melhor: nossa história e nossa gente”, conclui o secretário.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui