Índio mata mulher e depois comete suicídio em Corumbau

Um índio da Aldeia Tauá, em Corumbau, Prado, matou sua companheira a golpes de facão, depois, ele cometeu suicídio. O caso foi registrado neste domingo, 9 de dezembro.

Segundo informações, o índio Arivaldo Conceição Alves Aparecido, conhecido como “Ary”, usou um facão para golpear a cabeça da mulher, Maria Aparecida Oliveira Rodrigues, de 41 anos, que morreu na hora.

Após o crime, o índio teria usado uma corda para se enforcar.

Os corpos foram removidos para o IML de Itamaraju para necropsia. A Polícia Civil vai apurar o crime.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui