Incra/BA recebe a posse de dois imóveis rurais no Vale do Jiquiriça e Litoral Sul

alt

A superintendência regional do Incra na Bahia recebe a posse, pela Justiça Federal, de dois imóveis rurais que totalizam 1.315,8 hectares de terras com capacidade para assentar 42 famílias de trabalhadores rurais.

 

Nesta quarta-feira (14), acontece a imissão na posse da Fazenda Kaetá situada no município de Maracás, no Vale do Jiquiriça. O ato beneficia 28 trabalhadores rurais, com 1.005,9 hectares de terras.

 

alt

Já a Fazenda Pancadinha, que fica no município de Almadina, no Litoral Sul, também foi imitida na posse na última quarta-feira (06). Com isso, 14 famílias de agricultores serão favorecidas com 309,9 hectares.

 

Imissão

 

alt

O ato de imissão ocorre quando o imóvel rural tem sua posse transferida para o Incra, explica o chefe da Divisão de Obtenção de Terras, do Incra/BA, Jorge Luiz Silva. “Após a imissão na posse, ocorre a seleção das famílias a serem beneficiadas”, acrescenta Silva.

 

Ele explica que a Fazenda Kaetá tem aptidão para o cultivo de mamona, culturas anuais e criação de gado e bodes. Já a Fazenda Pancadinha possui potencialidade para o desenvolvimento da cultura do cacau, da seringa, banana e frutas, tais como cajá, goiaba e cajá-umbu.

 

O coordenador das associações de trabalhadores rurais e pequenos agricultores de Maracás, Dervival Fontes, afirma que a imissão na posse é uma grande conquista. “São mais 28 famílias que nós conseguimos tirar da miséria. Agora elas poderão trabalhar e ter seu espaço para plantar e morar com dignidade”, ressalta Fontes.

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui