Incêndio atinge a Cidade do Samba no Rio

Segundo o presidente da Liesa, pelo menos 4 barracões foram atingidos. Bombeiros enviaram 15 carros de 7 quartéis e 70 homens

Um incêndio de grandes proporções destrói barracões na Cidade do Samba, na Zona Portuária do Rio, na manhã desta segunda-feira (7). Há muita fumaça no local. Segundo o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Castanheira, há 14 barracões no local e pelo menos quatro foram atingidos.

O Corpo de Bombeiros informou que quinze carros de sete quartéis e 70 homens foram enviados ao local. As chamas ainda não foram controladas e não há informações sobre feridos.

Imagens mostram que os barracões atingidos são o Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), da Portela, da União da Ilha do Governador e da Grande Rio. Procurada pelo G1, a assessoria da Liesa não confirma que o barracão tenha sido atingido e informou que, pelas imagens, é possível verificar que o fogo chegou à parte alta dos barracões, onde ficam os ateliês de fantasia.

‘É uma perda sem tamanho’, diz Liesa

O presidente da Liesa, Jorge Castanheira, disse que ainda não sabe como o fogo começou. Ele contou que no andar térreo dos barracões ficam as alegorias e que nos dois andares superiores são reservados para confecção de esculturas das alegorias e fantasias.

“Temos Brigada de Incêndio e estrutura, mas não sei o que pode ter acontecido. É uma perda sem tamanho. Não temos informações sobre feridos, até porque pelo horário as pessoas deviam estar chegando para trabalhar”, disse Castanheira.

Segundo o presidente da Liesa, o carnaval das escolas que tiveram os barracões atingidos pelo incêndio está orçado, em média, entre R$ 5 milhões e R$ 7 milhões, sem contar a verba que as escolas recebem dos patrocinadores.

Barracão mais atingido é o da Grande Rio

O diretor de carnaval da União da Ilha, Márcio André, explica que 90% das alegorias já estavam prontas para o desfile deste ano. Segundo ele, ainda não há registro de feridos. No barracão da Grande Rio, a parte de cima já começou a ceder. Uma parte da parede lateral caiu e há risco de novos desabamentos. Os esforços dos bombeiros estão concentrados no barracão da Grande Rio, a escola mais atingida pelas chamas. Grande parte da Cidade do Samba foi isolada para os trabalhos.

A assessoria da escola Portela informou que o incêndio atingiu apenas a parte superior do barracão, onde são confeccionadas fantasias e esculturas que compõem os carros alegóricos. As alegorias, que ficam no andar térreo, não foram atingidas.

Paes garante apoio às escolas atingidas

Segundo a assessoria da prefeitura, Eduardo Paes está acompanhando o trabalho dos bombeiros e, assim que o fogo for controlado, ele pretende ir ao local. Em entrevista ao Bom Dia Brasil pelo telefone, o prefeito disse “que não há hipótese de o carnaval não acontecer e as escolas não desfilarem. Dou a garantia de que a Cidade do Samba começa a ser reconstruída ainda esta semana”, disse Paes que garante apoio e suporte às escolas atingidas.

A CET-Rio informou que a Rua Arlindo Rodrigues, que fica próxima à região, foi interditada. No Santos Dumont, a Infraero diz que a movimentação de aeronaves é normal.


Fonte: Bom Dia Brasil

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui