Inaugurado Hospital Neuroccor em Porto Seguro

Por Pedro Ivo Rodrigues

No último dia 6, foi inaugurado, na rua Pero Vaz de Caminha, centro de Porto Seguro, o Hospital Neuroccor de Medicina Avançada de Porto Seguro, conveniado com a Beneficência Portuguesa e o Hospital do Coração, ambos em São Paulo (SP). O Neuroccor, como o próprio nome diz, é um centro médico especializado em neurocirurgias e em cirurgias cardíacas, que contará com equipamentos de ponta para procedimentos de alta complexidade.

A solenidade de inauguração foi presidida pelo prefeito Gilberto Abade e contou com as presenças de renomados médicos e também do secretário estadual de Saúde, Jorge Solla, além do secretário municipal de Saúde, Messias Boaventura, e do titular anterior da pasta, Roberto Cherem.

O médico Emerson Barbosa afirmou que a conquista se deve ao idealismo de alguns profissionais de saúde, que lutaram para que esse sonho se materializasse. “Graças aos investimentos de empreendedores da região, que encontraram auxílio junto à secretaria de Saúde. O Hospital Neuroccor dispõe de tecnologia que permitirá que uma equipe multidisciplinar promova uma medicina de alta resolução. Aqui, poderemos executar procedimentos de neurocirurgia, cirurgia cardíaca, cirurgia endovascular, cirurgia urológica, cirurgia bucomaxilofacial e cirurgia ortopédica. O nosso grupo de neurocirurgia é composto por quatro neurocirurgiões, entre eles: Dr. Anderson Ventura, Dr. Wellington Andrade e o Dr. Edvaldo Cardoso. As neurocirurgias podem ser realizadas também nos casos de tumores cerebrais e de coluna vertebral, como para aneurisma cerebral. Poderão ser feitas ainda neurocirurgias por endoscopia cerebral, para controle da dor através de técnicas minimamente invasivas e guiadas por tomografia cerebral e ressonância magnética, para diagnósticos de tumores e tratamento da Doença de Parkinson. Para tanto, há o devido comprometimento com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia e com a Prefeitura Municipal de Porto Seguro, que, num futuro próximo, deverão nos ajudar a viabilizar neurocirurgia para tratamento da epilepsia. Todas essas cirurgias estarão acessíveis a pacientes particulares, de convênios e também, através de uma parceria com a Secretaria  de Saúde de Porto Seguro, a todos os cidadãos desta cidade”, informou.

O secretário de Saúde da Bahia, Jorge Solla, declarou que quando o governador Jaques Wagner tomou posse do cargo, em janeiro de 2007, o município de Itabuna era o único do interior do estado onde se realizavam neurocirurgias. “Em apenas três anos e meio de investimentos, atualmente temos equipes especializadas nesse setor atuando em Teixeira de Freitas, Barreiras, Vitória da Conquista, Feira de Santana, Jequié e agora Porto Seguro, que faz parte desse esforço de ampliação. Hospital de alta complexidade em cardiologia também não existia no interior da Bahia. Só havia em Salvador e assim mesmo com oferta bastante limitada. Hoje, já temos dois serviços credenciados pelo Ministério da Saúde, com toda parte de cirurgia cardíaca, hemodinâmica, em Vitória da Conquista e em Itabuna. Há previsão de implantação de centros médicos desse tipo em Teixeira de Freitas, Feira de Santana e Juazeiro. Existe uma rede de saúde sendo estabelecida, ampliada e consolidada em nosso estado. As prefeituras e o setor privado são parceiros fundamentais nesse processo”, explanou o secretário, que salientou investimentos que estão sendo feitos no Hospital Luís Eduardo Magalhães (HLEM). “Dobraremos o número de UTIs dessa unidade e forneceremos novos equipamentos”, enfatizou.

O prefeito de Porto Seguro, Gilberto Abade, considerou a transformação da realidade até então vivenciada pelos moradores e visitantes de Porto Seguro ao sofrerem de problemas de saúde que demandam intervenções emergenciais. “Não podemos admitir que as pessoas tenham que pegar um avião e saírem às pressas para os grandes centros, no caso de precisarem de tratamento neurológico ou cardíaco, como vinha ocorrendo em nossa cidade. Se existisse há mais tempo o Neuroccor, muitas das vidas que se perderam em tais circunstâncias seriam poupadas. Aqui é a Terra Mãe do Brasil e as inovações devem chegar primeiro e não por último, como foi até hoje. O Governo do Estado tem dado uma atenção especial a Porto Seguro, principalmente no campo da saúde. Este hospital é de primeiro mundo e, com toda a ajuda que receberá dos poderes públicos, não permitirá que vidas sejam ceifadas pelo fato de não existir uma tecnologia apropriada ou por falta de um centro médico de excelência. Tenho certeza de que um dia ainda realizaremos aqui um transplante de coração. Com os profissionais e os equipamentos de que dispomos neste hospital, temos motivos para ficar esperançosos”, declarou.

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui