Ilhéus: Moradores de Salorinho, Inema e Banco Central discutem Programa de Governo com Carmelita

alt

Moradores do bairro do Salobrinho e dos distritos de Banco Cetral e Inema discutiram neste final de semana com a pré-candidata a prefeita de Ilhéus, Professora Carmelita, a elaboração do Plano de Governo Participativo (PGP) que está sendo construído ouvindo os moradores das mais diversas localidades de Ilhéus. A proposta é ouvir cada cidadão, do campo e da cidade, analisar as dificuldades e a partir de então elaborar um plano de governo com a voz, a opinião e a participação de cada ilheenses que vive a realidade e os problemas do município.

 

alt

Na tarde de sábado o encontro para discutir o programa de Governo Participativo foi realizado no bairro do Salobrinho e contou com a participação dos mais diversos integrantes da comunidade. Durante a reunião os moradores citaram problemas como a precariedade no funcionamento do posto de saúde e a inexistência de medicamentos, a falta de saneamento básico, precariedade das escolas, ruas esburacadas, falta de opções de lazer, além da violência.

 

No domingo, pela manhã, foi a vez da plenária do PGP com os moradores de Banco Central. Durante as discussões foram apontados problemas como a precariedade das estradas, necessidade de programas habitacionais para a comunidade, meljhoria da coleta de lixo, funcionamento regular do posto de saúde com a colocação de médicos, fortalecimento de atividades esportivas e de lazer, construção de nova praça, além de programas de incentivo à agricultura.

 

alt

À tarde as discussões do Programa de Governo Participativo foram realizadas no distrito de Inema. Nesse local também foram apontados problemas como a necessidade da construção de poços artesiados e tratamento da água, funcionamento pleno do posto de saúde, melhoria das estradas, saneamento básico, regularização da coleta de lixo com a implantação de unidade para o depósito dos resíduos, revitalização do matadouro, construção da sede administrativa, acesso à redes de telefonia e internet, transporte universitário, conclusão da quadra poliesportiva, implantação da roça do povo para as mulheres, além de políticas públicas para os jovens e idosos, dentre várias outras questões.

 

De acordo com Professora Carmelita, as discussões têm sido de grande importância pois nesses encontros cada um pode expor as suas opiniões e propor alternativas para resolver os problemas dos bairros, distritos, vilas e povoados. Todos esses pontos destacados pelos moradores serão incluídos no plano de governo da pré-candidata Professora Carmelita.

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui