Ilhéus e Itabuna têm números negativos na geração de emprego

Dados divulgados nesta quarta-feira, 21, pelo Ministério do Trabalho, Emprego e Renda sinalizam para retração da atividade econômica e, consequentemente, queda nos níveis de emprego formal nas duas principais cidades sul-baianas. Os números são relativos ao período de janeiro a julho de 2013.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Itabuna apresentou no período um saldo negativo de 568 postos de trabalho, no balanço entre admissões e desligamentos. Também considerados os sete primeiros meses do ano, Ilhéus registrou 287 demissões a mais que o número de contratos de empregados com carteira assinada.

O Caged aponta que o setor de serviços continua como forte gerador de empregos formais em Itabuna, com saldo positivo de 162 vagas no período apurado. Já a indústria teve saldo negativo de 399 postos de trabalho.

Em Ilhéus, o melhor saldo foi na construção civil, com balanço favorável de 82 vagas. Já o comércio ficou devendo, com 157 desligamentos a mais que o número de admissões.

A Bahia foi o estado com o sexto melhor saldo na aferição do Caged entre janeiro e julho deste ano. Houve 67.856 contratações e 64.576 desligamentos, registrando-se saldo positivo de 3.280.

 

 

Fonte: Pimenta

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui