Ideais e superação

“Se não fosse imperador, desejaria ser professor. Não conheço missão maior e mais nobre que a de dirigir as inteligências jovens e preparar os homens do futuro”, D.Pedro II (1825-1891)

Quais perspectivas reais de futuro para a juventude brasileira é possível vislumbrar-se ante a realidade vivenciada que, diuturnamente, desfila no palco da vida nacional, provocando inúmeras repercussões de condutas dos seus diversos segmentos sociais, principalmente em respeito à educação?

Se o futuro é incerto, há que se prover o necessário estímulo à mudança de percurso desejada, no propósito de se alcançar o fim que satisfaça aos reclamos das praças e ruas, em qualquer lugar onde se encontrem a insatisfação e o desânimo.

Os ideais do homem, como indivíduo consciente que deseja alcançar espaços no coletivo social em que vive, se deparam com tantos obstáculos, às vezes aparentemente insuperáveis, que dificultam as tomadas de decisões. Acrescente-se, ainda: na vida, toda caminhada é composta de passos e há, sempre, um primeiro, um segundo e outros que levam o caminhante ao seu destino. Na educação pode-se afirmar ser igual a trajetória para as transformações idealizadas pelo indivíduo, onde os passos de sua caminhada estão representados por anos e anos de estudos junto aos mestres, colegas de aprendizagem e pessoas do seu conviver social.

Na perspectiva dos ideais de cada ser e as ações para o seu alcance a que todos estão sujeitos, um dos meios utilizados para a superação dos obstáculos está representado pela presença relevante do professor, assim imaginada:

“Meu mestre é meu guia! A quem nenhuma coisa feriu, nem doeu, nem perturbou, seguro como um Sol fazendo o seu dia involuntariamente, natural como um dia mostrando tudo, meu mestre, meu coração não aprendeu a tua solenidade, meu coração não aprendeu nada e nada, meu coração está perdido”, Fernando Pessoa.

Ou, “Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria construção”, Paulo Freire.

E, também, ”Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina”, como já afirmado por Cora Coralina.

Na data de 15 de outubro, Dia do Professor, para aquele que sempre orientou no cultivo de ideais e das lutas por superações, com afeto e carinho, os Parabéns mais que merecidos!

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui