Ibirapuã: Prefeitura oferece apoio aos assentados do MST

Com o objetivo de apoiar as 240 famílias do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) que estão assentados na antiga fazenda de Luiz Abrantes, na zona rural de Ibirapuã, o prefeito Rildo Andrade e sua equipe de governo foram até o assentamento Avaci Silva, onde atualmente estão na fase de acampamento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Nós estamos ainda com as barracas temporárias, mas logo vamos construir e produzir nessa terra e vamos precisar de infraestrutura como estrada, ônibus, entre outras coisas, para vender e comprar alimentos na sede do município”, ressalta a trabalhadora rural Rita de Cássia Nogueira Santos.

Pensando nisso, a administração viabilizou uma visita dos funcionários da empresa de ônibus Santa Clara para possível implantação de uma linha de ônibus no trajeto Teixeira a Ibirapuã, que passe pelo assentamento e atenda esta nova demanda.

“O objetivo é informar a essas famílias que elas podem contar com Ibirapuã, que é o município mais próximo do assentamento. E, enquanto gestor,vou fazer tudo que estiver ao meu alcance para melhorar a vida dessas pessoas,” disse o prefeito.

Cada secretaria do município identificou suas demandas junto as novas famílias e já agendou ações – como cadastramento nos programas sociais, levantamento de crianças em idade escolar, entre outros. O que para a trabalhadora rural Clemência de Jesus Thiago representou um alívio. “Estava preocupada como ia resolver meu Bolsa família, se não tenho como sair daqui com sete filhos”, desabafou

As terras foram compradas por uma empresa de celulose para assentar as famílias depois de quase dois anos de invasão na região de Mucuri.

 

 

 

Fonte: Ascom da prefeitura

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui