Hospital Municipal de Teixeira de Freitas começa a realizar cirurgias com auxílio de vídeo

Hospital Municipal de Teixeira de Freitas começa a realizar cirurgias com auxílio de vídeo. Fotos Ascom

O Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF) começou a realizar nesta terça-feira (23) cirurgias de retirada da vesícula (colecistectomia) com auxílio de equipamento de vídeo (videolaparoscopia), que será utilizado para procedimentos eletivos. Além de ser um procedimento mais seguro, ele é menos invasivo, e o paciente tem alta na metade do tempo em relação à cirurgia aberta. Esse procedimento já é realizado no HMTF com a técnica aberta.

Na maioria das vezes, a colecistectomia torna-se necessária pela formação de cálculos no interior da vesícula. Esses cálculos podem obstruir os canais de drenagem da bile, provocando crises dolorosas muito intensas.

Segundo o secretário de Saúde, Fabiano Marily, este novo avanço faz parte do planejamento de humanização no atendimento aos usuários do SUS. “Tenho certeza de que os pacientes terão um tratamento bem mais eficaz e com humanização. Estamos sempre aperfeiçoando e buscando o melhor para nossa comunidade, com as melhores técnicas para atendermos à população que tanto necessita”, destacou o secretário.

Como o procedimento é menos invasivo, o sangramento é quase inexistente, pois os cortes são bem pequenos, o que faz com que o paciente sinta menos dor. O tempo de internação é de 24 horas, em média, e reflete no menor risco pós-cirúrgico, evitando exposição a bactérias resistentes. A recuperação é mais rápida e o retorno às atividades do dia-a-dia acontece na metade do tempo em relação à cirurgia aberta.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui