Hoje

“Vocês nem sabem o que lhes acontecerá amanhã! Que é a sua vida? Vocês são como a neblina que aparece por um pouco de tempo e depois se dissipa.” (Tiago 4:14)

De volta para o futuro. Que filme criativo, não é mesmo? Uma máquina que ajuda viajar no tempo e coloca o viajante de frente para uma realidade tão diferente da que ele estava. Não só esse filme trabalha essa ideia de viajar no tempo, vários seriados e desenhos também criaram personagens que tem esse super poder. Através de uma máquina, através do seu poder, de algum objeto ou através do pensamento são formas possíveis na ficção. E é só na ficção. Ninguém consegue viajar no tempo. O que temos é o hoje, o agora. Nele existimos, nele trabalhamos, vivemos e fazemos tudo o que fazemos. O texto nos fala que além de não acessar o amanhã a gente tampouco sabe o que vai acontecer amanhã. Podemos idealizar e traçar planos para amanhã, mas pode acontecer qualquer coisa e mudar completamente o rumo e desmoronar nossos planos. Isso faz parte da nossa tão frágil e finita existência.

Alguns ficam tão preocupados com o amanhã que não conseguem viver a qualidade do hoje. O hoje sempre é um fardo. Será que precisa ser assim? O hoje não precisa ser um campo minado. Ele precisa deixar de ser algo do qual estou sempre fugindo. Sabe porquê? No hoje é que você ama seu cônjuge; no hoje é que você consegue descansar; no hoje é que há possibilidade de curtir com a família; no hoje é que você pode restaurar seu compromisso com Deus. Nada existe no amanhã. Se algo se torna real, é porque chegou o hoje. Essa decisão de viver o hoje é exclusivamente sua. Não responsabilize o outro. Pare, pense, decida, mude. Já viu pessoas em shows musicais hoje em dia? Muitas pegam o celular pra filmar o show e assistem através da tela do aparelho sem curtir o real show. Não seja assim diante da vida. Guarde “os celulares” e curta o hoje como ele é.

Com essa sua fragilidade é que você pode plenamente desfrutar do tempo real, do hoje. Deus fez tudo de forma tão perfeita com tanta maestria. Ele sabia que teríamos esse tipo de dificuldade. Por isso Ele fez questão de nos deixar sinais, pistas, indicações para que superássemos essas correntes das quais nos aprisionamos. Gerson Borges deixou registrado em um refrão: “Hoje porque só tenho hoje, Hoje, aqui, agora, o já, Hoje eu vou cuidar do meu hoje, E do amanhã eu sei que Deus cuidará”. Podemos confiar que o nosso lugar e espaço de ação é o hoje. O amanhã pertence a Deus e ele só é possível de maneira mais bela quando escolhemos desfrutar do que é belo no hoje. A beleza de no hoje plantar uma bela flor é o que pode tornar o nosso amanhã um belo jardim.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui