Buerarema: Forças Armadas aguardam decreto para atuarem em área de conflito

Na quarta-feira (12), 160 homens do Exército foram enviado a Buerarema

(Foto:Jair Santos/Reprodução)
Representantes das Forças Armadas e polícias Civil, Militar e Federal se reuniram na manhã desta quinta-feira (13), na cidade de Ilhéus, para discutir esquemas de segurança nas áreas de conflitos no Sul da Bahia.

Índios tupinambás e agricultores do município de Buerarema disputam por terras na região, em conflito que tem se intensificado desde o final semestre do ano do passado. A situação se agravou depois da morte do agricultor Juracy dos Santos Santana, 44 anos, morto na última segunda-feira (10). Moradores da região fecham a BR- 101 e destruíram parte da pista que corta Buerarema.

Segundo a Polícia Federal de Ilhéus, o Exército só poderá atuar na região depois que a presidente Dilma Rousseff assinar um decreto permitindo a atuação do órgão. O decreto também irá delimitar as estratégias que o Exército ira tomar junto com as Forças Armadas e a Polícia Federal. A polícia informou que o decreto está previsto para sair nos próximos dias.

Na quarta-feira (12), 160 homens do Exército foram enviados a Buerarema. Os soldados atuarão nas cidades de Buerarema, Una, Ilhéus e São José da Vitória.

 


Fonte: Correio

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui