Feirantes tiram dúvidas sobre o Empreendedor Individual

Porto Seguro – Mesmo sem uma inauguração oficial, o novo Mercado Municipal de Porto Seguro está de portas abertas desde sábado, com movimento acima do esperado. Antecipando o sucesso do espaço, na sexta-feira (4) o Ponto de Atendimento Empresarial do Sebrae de Porto Seguro realizou uma palestra sobre o Empreendedor Individual para mais de 100 feirantes que vão trabalhar no local. Durante mais de duas horas, o gestor Antonio Robson Pinto tirou dúvidas dos trabalhadores, que ficaram empolgados com o programa e desde ontem (5) estão procurando o PA para fazer o registro no programa.

Robson explicou aos feirantes que a grande vantagem da legalização dos trabalhadores por conta própria é que eles terão maior segurança para fazer suas transações comerciais. “Com o Empreendedor Individual, será ampliado o acesso de vocês aos benefícios da Previdência, como auxílio doença, aposentadoria por invalidez e por idade, pensão por morte para os dependentes do segurado e salário maternidade”, citou.

“Outro grande benefício da lei”, destacou, “é a facilidade para o empreendedor formalizar a sua empresa, por conta de uma carga tributária mais baixa”.

Os feirantes Maria Aparecida Sampaio, 34 anos, Magnólia Conceição da Silva, 59, Laurentino Macedo, 45, Gerson Alves, 64, e Absalom Santos, 44, chegaram cedo para assistir à palestra e saber mais sobre o programa.

Em Porto Seguro, mais de 80 trabalhadores ligados ao comércio de alimentos tradicionalmente vendidos em feiras – como hortifrutigranjeiros, laticínios, pães e biscoitos – já se registraram como empreendedores individuais. “Quando o vendedor está legalizado, apto a fornecer nota fiscal, o cliente fica mais seguro e, consequentemente, o volume de negócios cresce”, avalia o coordenador do Sebrae no extremo sul, Jorge Cunha. Para ele, o novo empreendimento vai fomentar os micro e pequenos negócios em seu entorno.

As instalações do novo Mercado Municipal de Porto Seguro contam com 24 lojas, 48 boxes, 80 bancadas, dois restaurantes, duas lanchonetes e dois quiosques.

Fonte: Débora Vicentini

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui