Extremo Sul: Violência sexual contra crianças e adolescentes terá plano de enfrentamento

 Nos dias 28, 29 e 30 de janeiro, o Projeto de Proteção em Rede promoveu oficinas de apresentação e validação dos Planos Municipais de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do

Sul da Bahia. Os eventos aconteceram, respectivamente, nas Câmaras Municipais de Vereadores de Eunápolis (28), Porto Seguro (29) e Santa Cruz Cabrália (30), a partir das 08h30, e contou com a presença de representantes do Sistema de Garantia de Direitos (SGD) e instituições como Secretarias Municipais, Conselhos de Direito e Tutelares, Ministério Público, ONGs e sociedade civil. Esta iniciativa é desenvolvida pela Childhood Brasil, em parceria com Instituto Tribos Jovens (ITJ) e Prefeituras Municipais de Eunápolis, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália e as empresas Stora Enso e Veracel.

Durante os eventos, além da apresentação e validação pública dos Planos Municipais de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes destes três municípios, foram divulgados os fluxos de atendimento especializado a crianças e adolescentes vítimas da violência sexual, que favorecerão a articulação, a celeridade e a qualidade no atendimento de toda a rede. Tais atividades fazem parte das ações de enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes da região, previstas para 2015 e estão alinhadas com as demandas já apresentadas pela gestão local, por meio do Programa Território de Proteção.

As ações deste Projeto de Proteção em Rede foram iniciadas em 2013 e seguirão até 2016, com o objetivo de contribuir com a formulação, implementação e o fortalecimento das políticas públicas de prevenção e atenção integral às situações de violência sexual contra crianças e adolescentes, por meio de qualificação e intervenção junto ao Sistema de Garantia de Direitos no âmbito municipal. O Projeto Proteção em Rede faz parte do Programa Território de Proteção que foi iniciado em 2006, em parceria com o UNICEF, ITJ, prefeituras e comunidades indígenas e Veracel.

 Sobre a Chilhood Brasil

 A Childhood Brasil é uma organização brasileira e faz parte da World Childhood Foundation (Childhood),instituição internacional criada em 1999 por Sua Majestade Rainha Silvia da Suécia para proteger a infância e garantir que as crianças sejam crianças. Há 14 anos a Childhood Brasil luta por uma infância livre de abuso e exploração sexual e, atualmente, executa seis programas próprios e três projetos especiais. A organização já apoiou 108 projetos por meio de 60 organizações, beneficiando mais de 1,5 milhões de pessoas, entre crianças e adolescentes, seus familiares e profissionais de diferentes setores.

 A organização apóia projetos, desenvolve programas regionais e nacionais, influencia políticas públicas e transforma a vida de muitas crianças e adolescentes. Também educa os diferentes agentes, orientando-os sobre como agir em relação ao problema, promovendo a prevenção e formando proteção em rede para meninos e meninas. Com sede em São Paulo, a Childhood Brasil é certificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP).

Sobre a Veracel

A Veracel Celulose é uma empresa integrada de produção de celulose branqueada, produzida a partir de fibra curta do eucalipto. Ela é fruto da parceria de duas líderes internacionais no setor de celulose e papel, a brasileira Fibria e a sueco-finlandesa Stora Enso, ambas com 50% de participação. O compromisso da empresa vai além da busca pela eficiência operacional. Por meio de diálogo ativo, iniciativas socioambientais e parcerias público-privadas, é possível contribuir para a geração de valor para o negócio e para o desenvolvimento sustentável do território onde a empresa atua.

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui