Extremo Sul: Em ato raro, tartarugas-gigantes desovam em praias da região

Segundo ONG PAT Ecosmar, eclosão está prevista para janeiro de 2015.

Maior do planeta, casco da espécie pode medir até 2 m de comprimento.

(Foto ilustrativa/Pat Ecosmar)
Tartarugas-gigantes da espécie “dermochelys coriacea” desovaram em praias do extremo-sul da Bahia. O ato é considerado raro e aconteceu na noite de domingo (17), sendo o primeiro registro deste ano – o último é de 2013, em praias do município de Prado, de acordo com a Organização Não Governamental Projeto Amiga Tartaruga Ecosmar (ONG PAT Ecosmar).

A espécie representa a maior tartaruga marinha do planeta, podendo ter casco medindo até dois metros de comprimento e peso de até 700 quilos, informa a entidade. Já foi registrada casos de animais com 950 quilos. Segundo o projeto, no Brasil, a tartaruga-gigante tem número baixo de fêmeas que desovam a cada ano.

“São muito poucas tarturagas desse tipo no Brasil. Em comparação com outras tartarugas, é um animal que, ao invés de colocar entre 120 e 130 ovos, coloca somente 85 a 90. Muitas vezes também fazem ninhos mais próximos ao mar e muitos são perdidos por causa da maré. No Brasil também teve muita coleta irregular de ovos, muita pesca, o que prejudica a desova”, conta à reportagem o coordenador da equipe da equipe de campo da PAT Ecosmar, Paulolo Botticelli.

A eclosão dos ovos está prevista para janeiro de 2015. Visando a preservação da espécie, as imagens da desova e o local exato de onde ocorreu o ato não serão divulgados pela ONG.

 

 

 

Fonte: G1

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui