Extremo Sul: Corpo de Bombeiros orienta sobre a prevenção de incêndios em vegetação

Foto: Arquivo/OSollo

O 18º Grupamento de Bombeiros Militar(GBM)/Teixeira de Freitas iniciou, nesta sexta-feira (18), a campanha de prevenção a incêndios com o tema “18º GBM: Protegendo a vida e o meio ambiente no Extremo Sul”.

Nesta edição do ano 2020, a ação reafirma o intuito de preservar a saúde, as vidas e o meio ambiente como um todo, alertando que provocar queimadas é crime ambiental.

As orientações gerais foram reproduzidas abaixo de acordo com o Corpo de Bombeiros:

  • Adoção de medidas de vigilância seja ela fixa ou móvel;
  • Acionamento do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Ambiental e Brigada Municipal de combate a incêndio;
  • Aviso aos vizinhos da propriedade sempre que for realizar uma queima.

COMO DEVO PROCEDER QUANTO AO MEU VIZINHO, OU ALGUÉM IDENTIFICADO, QUE QUEIMA LIXO, REJEITOS VEGETAIS OU SINTÉTICOS, FIOS, BORRACHA, MÓVEIS VELHOS ETC?

Você pode analisar e, conforme cada caso em particular, e com bom senso, optar por uma dentre as opções:

(a) Conversar com ele e o esclarecer quanto aos malefícios da fumaça sobre a saúde de todos, inclusive dele próprio, bem como da infração às leis, que ele está cometendo.

(b) Caso dispuser de folhetos, fornecer-lhe e solicitar sua colaboração.

E QUANDO O QUEIMADOR NÃO QUISER COLABORAR E CONTINUAR REPETINDO AS QUEIMADAS?

Você pode adotar uma (ou mais de uma) dentre as medidas seguintes:

  • Ligar para o telefone da Prefeitura de sua cidade ou ir até à Prefeitura solicitar providências.
  • Registrar um boletim de ocorrência (B.O.) por crime ambiental, na delegacia que atende às ocorrências referentes ao local da queimada. Repetir os registros, no caso de continuidade do crime.
  • Ligar para a Secretaria de Meio Ambiente do seu município, denunciar e solicitar providências.
  • Produzir provas (fotos, filmagem ou testemunhas), juntar ao B.O. e a um ofício descritivo do problema e protocolar no Ministério Público do seu município (Promotoria do Meio Ambiente).
  • Dependendo da amplitude da queimada, ligar para os Bombeiros (Disque 193) ou para a Defesa Civil.
  • Se as queimadas estiverem se repetindo em área pública, aberta ou fechada, você pode também enviar uma carta para um jornal de sua cidade, denunciando o fato.
Imagem: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui