Ex-presidente da Apes, Jadson Ruas, encerra mandato com grandes avanços

Foto: Divulgação

Fundada em 1997, a Associação de Municípios do Extremo Sul da Bahia (APES), que tem como cidade-sede, o município de Teixeira de Freitas, foi criada com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável e socioeconômico-ambiental para os 21 municípios associados que fazem parte de sua composição, que são: Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Eunápolis, Guaratinga, Ibirapuã, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebí, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas e Vereda.

Com o advento do ano de 2017, foi encerrado o mandato do ex-prefeito de Caravelas, Jadson Ruas, que ocupou a presidência da associação por dois mandatos (2013-2014 e 2015-2016), sua gestão, marcada por uma série de realizações que trouxe grandes benefícios para os municípios da região, esteve em plena consonância com os princípios e aspirações que regem a associação.  Sob sua administração, a instituição quitou dívidas; além de ter sido o responsável pela criação da Equipe de Engenharia que atua no atendimento aos municípios membros.

Os recursos que foram destinados aos projetos nos municípios permitem vislumbrar a expressiva atuação do ex-presidente frente à associação:

Guaratinga – R$ 2.181.644,97;

Ibirapuã – R$ 1.080.298,55;

Itabela – R$ 625.018,22;

Itagimirim – R$ 990.029,85;

Itanhém – R$ 1.531.611,61;

Itapebí – R$ 147.872,41;

Lajedão – R$ 850.000,00;

Santa Cruz Cabrália – R$ 1.828.984,19;

Vereda – R$ 1.834.773,10;

Os projetos, por sua vez, totalizaram R$ 11.070.232,90. Gerando, portanto, melhorias significativas para os municípios supracitados. Por esta razão, todos possuem grandes expectativas de que a nova diretoria que assume a associação pelo próximo biênio possa dar continuidade ao exímio trabalho de seu predecessor.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui