Eunápolis inicia construção do Plano Municipal de Cultura

alt

Na manhã desta quinta-feira, 28/04, a Secretaria de Educação da Prefeitura de Eunápolis, através do Departamento de Cultura, realizou no Auditório da Câmara de Vereadores, o lançamento do Plano Municipal de Cultura de Eunápolis. O evento contou com a participação de diversos agentes ligados aos segmentos culturais locais, instituições, comunidades da área, vereador Lucas Leite, secretária de Educação Adail Brito, representantes da Secretaria Estadual de Cultura (SecultBA), e o anfitrião do evento, o diretor municipal de Cultura, Sumário Santana.

alt

Através do seminário “Plano Municipal de Cultura, quem participa faz”, o diretor do Departamento de Cultura explanou que todo o processo de criação do Plano Municipal de Cultura (PMC) se dará através de Fóruns de discussão abertos à sociedade, em um livre processo democrático. “A partir da discussão com os diversificados setores artísticos da cidade, temos a meta de construir as políticas públicas de cultura para o nosso município, sempre em um processo democrático e participativo, ouvindo, discutindo e respeitando os pontos de vistas de todos os agentes culturais envolvidos no processo”, ressaltou Sumário.

Ainda segundo Sumário, é por meio do Fórum que o poder público pretende organizar e incorporar o formato legal do PMC, documento que será apreciado na Conferência Municipal de Cultura, prevista para ocorrer em agosto deste ano.

“Os debates serão organizados em três momentos: primeiro, será feito um diagnóstico da produção cultural no município. Em seguida, serão definidas ações a partir de um apanhado de informações reunidas anteriormente. Por fim, serão sistematizadas as proposições no formato de diretrizes e metas à construção do PMC”, explicou ele.

A Secretária de Educação lembrou aos presentes a importância da cidade de Eunápolis possuir um PMC. “O Plano Municipal de Cultura é uma ferramenta de planejamento que norteará a implantação de políticas culturais no município, no período de dez anos. Por isso a importância de ser construído por meio de um amplo processo democrático. É nele que serão definidas as prioridades para a cultura na cidade no próximo decênio. Sua finalidade é permitir ao setor cultural a implantação de políticas integradas e que promovam a diversidade cultural em nosso município. Esperamos contar com a participação ativa de todos os agentes culturais do município”, concluiu Adail Brito.

 

 

Por: SECOM-PME

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui