Estejam alertas IV

“Dediquem-se à oração, estejam alertas e sejam agradecidos.” (Colossenses 4.2)

Distrações pode ser um perigo. Um instante de distração ao volante e poderemos acabar gerando prejuízos para nós mesmo e para outros. Manter a atenção é fundamental. Na vida não é diferente. Além disso Deus nos ama e nos conhece como ninguém. Ele tanto nos quer dar liberdade e autonomia para fazermos nossas próprias escolhas quanto deseja também nos falar sobre Sua vontade. Desatentos seremos irresponsáveis com o que cabe unicamente a nós e surdos à Sua voz! Às vezes queremos que Ele decida o que nos cabe decidir e outras vezes seguimos independentes, fazendo o que pensamos e queremos, quando deveríamos busca-lo e nos submeter à Sua vontade. Se nos dedicarmos à oração e permanecermos alertas teremos sabedoria e seremos ajudados, tanto a ser responsáveis quanto a depender da direção de Deus.

Todos desejamos felicidade. Afirmam muitos que este é o desejo último de todo ser humano. Ou seja, em última análise, tudo que fazemos é com objetivo de sermos mais felizes do que somos agora. Não fazemos coisa alguma com a intenção de ficarmos piores, embora às vezes façamos o que em nada nos ajudará e até nos prejudicará. As razões para isso são complexas. Mas em condições normais ninguém age com o propósito de ser mais infeliz. Bem, voltando à felicidade, quantos de nós sabemos ser felizes? Queremos ser felizes, não há dúvida. Mas sabemos? Muito de nós não sabem. Muitos de nós vivem se boicotando, produzindo situações que estraguem o dia e comprometam o bem estar. Num mundo marcado pelo pecado este não é um sintoma mais frequente do que gostaríamos de admitir.

Devemos estar atentos e buscar mais a Deus. E, ajudados por Ele, aprender a enfrentar o lado enganoso e obscuro do nosso coração. Aprender a nos alegrar e desfrutar as bênçãos da vida. Aprender a descansar, aprender a amar, aprender a viver o hoje, o agora. Aprender a confiar no cuidado de Deus. Resistir à ansiedade e lembrar que basta a cada dia o seu mal. Amadurecer para desalojar as culpas falsas que nos perseguem e sermos capazes de reconhecer nossos verdadeiros pecados e falhas, para trata-los com o poder do amor e graça de Cristo. Se deseja isso, esteja alerta e dedique-se à oração. A vida é uma jornada desafiadora, que exige perseverança e muita atenção. Não devemos seguir sozinhos. Podemos contar com Deus!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui