Estejam alertas III

“Dediquem-se à oração, estejam alertas e sejam agradecidos.” (Colossenses 4.2)

As Escrituras falam de pelo menos três aspectos presentes em nossa vida e que constituem-se riscos à nossa felicidade e saúde espiritual: o mundo, a carne e o diabo. O mundo é um risco que vem de fora e diz respeito à sociedade em que vivemos e suas muitas ofertas e oportunidades. Algumas boas e outras ruins. Precisamos estar atentos para agirmos com sabedoria e nos sairmos bem. A carne, diferente do corpo, diz respeito às nossas inclinações e susceptibilidades. É um risco que vem de dentro. São cobiças, anseios e desejos que nos desviam do que é certo, ético e agradável a Deus. E o diabo, um ser que personifica o mal, que usa tanto o mundo quanto a carne para promover o engano, o prejuízo. Ele representa um risco à nossa volta, que transforma situações em tentações. Na linguagem de Jesus, seu propósito é matar, roubar e destruir (Jo 10.10).

Devemos estar alertas para governar nossa vida à luz desses riscos e também das oportunidades, de modo a evitar o mal e realizar o bem. O mundo em que vivemos é cheio de oportunidades. Deus não nos abandonou aqui e nos ama. Ele deseja nos influenciar, orientar nossa vida. E isso para o nosso bem. Mas precisamos responder positivamente a Ele. Todavia, às vezes não estamos atentos, somos iludidos por nossos inimigos e não percebemos o movimento de Deus e de pessoas que nos amam, que procuram agir em nosso favor. Por tudo isso, estarmos atentos é indispensável. Poderíamos dizer que é vital para nossa existência. A vida não dá certo por acaso. Ela exige intencionalidade, sabedoria e presença de Deus.

O Salmo 23, tão conhecido, encanta por sua simplicidade e profundidade. Nele estão os dias bons e os dias maus, apesar de nele estar Deus e de ser Ele o nosso pastor. O fato é que a vida tem suas incertezas, dores e limitações, mas a presença de Deus em nossa vida faz toda diferença. Ele nos dá direção em meio aos difíceis caminhos da vida. Ele nos guia! E quando enfrentamos o que gostaríamos de jamais enfrentar, Ele fica conosco. Ainda pode haver dor, perdas e angústias, mas Ele é capaz de usar todas as coisas para o nosso bem (Rm 8.28). Por isso, dedique-se à oração e esteja alerta. Cuide bem de si mesmo, não se perca em distrações, aproveite cada oportunidade.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui