Educação: Jornada Pedagógica 2020 traz o tema “Educar para transformar”

Educação: Jornada Pedagógica 2020 traz o tema “Educar para transformar”. Fotos: Ascom

A Jornada Pedagógica de 2020, promovida pela Secretaria de Educação e Cultura de Teixeira de Freitas, teve início na manhã desta segunda-feira (27) e vai até a sexta-feira (31), dia do início do ano letivo, quando será realizada uma recepção aos estudantes nas escolas.

A abertura aconteceu no Centro Territorial de Educação Profissional do Extremo Sul (Cetepes), com a palestra: “A arte de liderar em prol da educação”, com o gestor educacional, Mauro Araújo.

O objetivo principal da jornada é reunir professores, coordenadores e diretores para definir metas para desenvolver ações que melhorem a prática pedagógica, num processo contínuo e progressivo, contribuindo assim para a transformação da realidade social vivida pelos alunos e suas famílias. Entre os pontos discutidos está o estudo do Projeto Político Pedagógico (PPP) de cada unidade educacional, estudo do regimento interno e a avaliação das atividades do ano letivo anterior.

Segundo o secretário de Educação, Hermon Freitas, este ano a proposta é desenvolver os valores religiosos, sociais de respeito ao próximo. “A gente entende que a transformação da sociedade está diretamente ligada à preocupação com o próximo. Nosso objetivo é trazer a família para dentro da escola.”, disse o secretário.

A abertura do evento contou com a presença do futuro secretário de educação, Prof. João Carlos Vieira, que está em fase de transição, deixando a Secretaria de Administração e Planejamento para assumir a Educação, em fevereiro.

O secretário ministrou a palestra “Educar para transformar – Uma visão sistêmica da qualidade” e destacou a importância de preparar os profissionais da educação para os desafios. “A palestra abre espaço para a reflexão sobre paradigma dominante da Educação à luz de um paradigma mais abrangente e que permite se reconfigurar nas práticas pedagógicas, nos processos e nos produtos do fazer educação. Despreza-se o dogmatismo do paradigma hegemônico e abraça-se a alternativa sistêmica como forma abrangente, resolutiva e adequada às circunstâncias atuais.”, explicou o secretário.

Para a coordenadora, Suellen Ferreira, participar da jornada é muito gratificante. “Este é um momento de inovar as experiências, repensar na nossa prática como educadora, pensar novas estratégias, estruturar o trabalho pedagógico nas unidades e sobretudo conquistar uma evolução profissional. Me sinto muito grata por tudo.”, disse a coordenadora.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui