Ecofuturo e Suzano concluem projeto Tecendo Saberes Socioambientais em Prado (BA)

Ecofuturo e Suzano concluem projeto Tecendo Saberes Socioambientais em Prado (BA). Foto Ascom

A iniciativa de educação ambiental envolveu cerca de 60 educadores do município

Instituto Ecofuturo e a Suzano, sua mantenedora, celebram a conclusão do projeto de educação ambiental “Tecendo Saberes Socioambientais” em Prado (BA), com um evento de encerramento no Palácio do Turismo. A cerimônia acontecerá na próxima quinta-feira, dia 28, às 8h, e tem como objetivo compartilhar experiências, resultados e aprendizados colhidos no processo. Para isso, haverá exposição das intervenções socioambientais desenvolvidas durante a iniciativa e entrega de certificados.

O Tecendo Saberes Socioambientais envolveu, durante um ano, 25 escolas e cerca de 60 educadores da rede pública de ensino e da APAE, que participaram de 80h de formação, a fim de estimular o debate e reflexões sobre estratégias para conservação, recuperação e melhoria do meio ambiente, e o desenvolvimento de atividades interdisciplinares de educação ambiental. Ao todo, 17 projetos foram realizados, como hortas comunitárias, revitalização de espaços e articulações institucionais.

“Essa formação traz uma transformação muito positiva para a sociedade pradense. Por meio do projeto, propiciou-se um espaço participativo de diálogo e reflexões sobre questões de sustentabilidade, e foram desenvolvidas iniciativas socioambientais pelos educadores que demonstram a importância do engajamento destes multiplicadores e a relevância da educação ambiental como interdisciplinar e emancipatória”, afirma Raquel Coutinho, responsável pelo projeto Tecendo Saberes Socioambientais do Instituto Ecofuturo.

“A iniciativa deixa um legado importante ao município, contribuindo para o desenvolvimento local, e reforça a postura protagonista das comunidades onde estamos presentes”, comenta Yugo Matsuda, Gerente de Meio Ambiente Florestal da Suzano.

Sobre o Instituto Ecofuturo

O Instituto Ecofuturo contribui para transformar a sociedade por meio da conservação ambiental e promoção de leitura, integrando livros, pessoas e natureza. Entre as principais iniciativas estão o projeto Biblioteca Comunitária Ecofuturo, com a implantação de mais de 100 bibliotecas no País, e a gestão do Parque das Neblinas, onde são desenvolvidas atividades de educação ambiental, pesquisa científica, ecoturismo, manejo e restauração florestal, e participação comunitária. Organização sem fins lucrativos, fundada em 1999 e mantida pela Suzano, o Instituto atua como articulador entre sociedade civil, poder público e o setor privado. Conheça mais em www.ecofuturo.org.br, e acompanhe em www.facebook.com/InstitutoEcofuturowww.youtube.com/institutoecofuturo e www.instagram.com/ecofuturo.

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui