É PRECISO SEGUIR EM FRENTE!

“Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3.13-14)

Paulo aprendeu algo que precisamos muito aprender: deixar o passado no passado e seguir em frente. Ainda que o passado tenha sido muito bom, não significa que ele deva ser repetido no presente. Devemos ir a Deus e ser gratos pelo passado, mas precisamos ser capazes de seguir em frente. O que foi bom no passado não significa que será a melhor opção para o presente ou o futuro. Pode ser que seja, mas somente o fato de ter sido bom não determina isso. Às vezes precisamos ser capazes de deixar as glórias e acertos do passado para alcançarmos sabedoria que nos permita, no presente e no futuro, alcançar novas glórias e acertos. O Espírito Santo pode nos ajudar nisso.

Quando erramos, fracassamos e fazemos coisas que nos causam vergonha e que gostaríamos que não fossem conhecidas por ninguém, precisamos ir a Deus e pedir perdão. Precisamos ser os primeiros seres humanos a não mais dar valor ao mal que foi perdoado. Precisamos virar a página, nos perdoar, e seguir em frente. Exceto em caso de um crime cometido, pecados devem ser enterrados e esquecidos depois de perdoados (nem todo pecado é crime!). O Espírito Santo pode nos dar forças para isso. O passado pode tornar-se um peso que dificulta o presente, um obstáculo para novos caminhos, um tapume para novas visões. Precisamos aprender com o passado e não sermos servos do passado!

Paulo deixa o passado para trás, pois deseja “ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus”. Isso significa muitas coisas, entre elas, tornar-se quem Deus deseja fazer o que Deus tem a nos propor, viver uma vida que honre e exalte Seu Nome. Precisamos da ajuda do Espírito Santo para isso. E a temos! Por causa de nossa fé em Cristo, fomos selados com o Espírito Santo da promessa (Ef 1.13-14). Às vezes nossa vida torna-se um constante repetição do passado. Às vezes, torna-se um poema de saudade que enaltece ou que lamenta o que já foi em lugar de ocupar-se do que é e do que pode vir a ser. Com a ajuda do Espírito Santo, olhe para frente. Seja sábio e viva a cada novo dia uma nova vida. Que você alcance o prêmio!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui