É possível esconder casos positivos do novo coronavírus? Entenda

Teixeira de Freitas teve seu primeiro caso confirmado de coronavírus nesta segunda-feira, 23 de março, mas, desde o primeiro caso suspeito, diversos fake news assombram a população.

Um dos mais graves diz que já havia dois casos confirmados na cidade, mas, os órgãos públicos escondiam até da imprensa.

No entanto, não é possível esconder casos confirmados de contaminação por Covid-19, já que os resultados dos exames feitos por pacientes suspeitos são divulgados, pelo próprio Laboratório em Salvador, em tempo real, no sistema Gerenciador de Ambiente Laboratorial – GAL, que emite os resultados para a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e para o Ministério da Saúde (MS) por meio do E-SUS, sistema informatizado integrado.

Segundo a diretora do Laboratório Municipal de Referência Regional (LACEN) de Teixeira de Freitas, Junia Garcia, é impossível para qualquer município, com algum caso positivo, omitir esta informação. “Esse é o objetivo do sistema  GAL, que informatizou o Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública. Nele, nós podemos acompanhar a rotina de exames, das etapas para realização até a obtenção de relatórios de produção, epidemiológicos e analíticos, nas redes estaduais de laboratórios de saúde pública”, explicou  Junia.

A Prefeitura de Teixeira de Freitas, por meio da Assessoria de Comunicação, tem se destacado pela transparência e celeridade no processo de divulgação. A Secretaria Municipal de Saúde criou um canal direto para a população receber informações oficiais e seguras sobre o COVID-19, tirar dúvidas e notificar casos suspeitos. Além disso, tem o boletim diário com os dados atualizados, que é disponibilizado em todos os canais oficiais da Prefeitura e para a imprensa.

O Canal de Comunicação “Informe COVID-19” faz atendimentos de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui