Dois casos de sarampo são confirmados no sul da Bahia; ações de prevenção são intensificadas

Casos de sarampo são importados e só ocorrem devido à cobertura vacinal inadequada. Arquivo/Agência Brasil

Entre as ações, que seguem até 24 de dezembro, está a busca ativa de prontuários médicos, para identificar casos suspeitos; vacinar regiões de maior aglomeração de pessoas; e disponibilizar vacina para pessoas de 1 a 49 anos.

De acordo com a Sesab, os dois casos confirmados neste mês se tratam de pacientes contaminados por um tipo selvagem do sarampo.

Em setembro, um amazonense foi diagnosticado com o mesmo tipo do vírus, em Ilhéus. Ele já chegou ao estado doente. Portanto, o caso é considerado “importado”.

Ainda segundo a Sesab, as duas novas confirmações foram em pessoas que tiveram contato indireto com este paciente amazonense, por estarem no mesmo local de trabalho.

A suspeita inicial era de que o vírus dos dois pacientes pudesse ser vacinal porque eles foram vacinados recentemente. Um exame realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no entanto, comprovou que o vírus tem mesmo genótipo da doença do paciente do Amazonas.

Fonte: G1 Bahia

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui