Dia Internacional da Mulher – uma homenagem do Jornal OSollo

8 de março, data em que celebramos o Dia Internacional da Mulher. Dia de reflexão sobre as lutas e conquistas femininas, dia de enaltecer aquelas que, com perseverança, beleza e inteligência, conseguiram driblar boa parte dos problemas de uma sociedade ainda muito machista e assumiram posições de liderança, em cargos altos, bem remunerados e, sobretudo, de prestígio.

Hoje é dia de celebrar a conquista daquelas que colocaram como meta de vida ser mãe, esposa, dona de casa. Ela não é só isso. Ela é tudo isso, e é feliz, realizada assim, o que a coloca em condição de destaque, de vencedora, junto a tantas que escolheram para si o oposto disso: se dedicar exclusivamente à carreira!

Mulheres não precisam comparar suas conquistas umas com as outras, elas precisam entender-se e enxergar que a realização é um ponto de vista pessoal, por isso, a satisfação de uma pode não estar no mesmo objetivo da outra – e está tudo bem.

No Extremo Sul temos mulheres inspiradoras. Temos prefeitas, delegadas, professoras, cientistas, médicas, jornalistas… temos frentistas, mecânicas, eletricistas… temos faxineiras, diaristas…temos mulheres fortes, determinadas, mulheres!

O Extremo Sul é terra rica de mulher forte, mulher que resolve, mulher de ação. É terra vitrine de mulher empoderada, mulher que luta pelos ideais, mulher que acolhe, nutre, suaviza, embeleza e faz nascer a vida.

Com a frase clichê “lugar de mulher é onde ela quiser”, desejamos que todas queiram o que merecem: estar em um lugar de reconhecimento não por ser mulher, mas, por merecimento.

Desejamos que suas escolhas sejam respeitadas.

Desejamos que haja todo dia amor próprio.

Desejamos que todas vocês sejam felizes e realizadas com suas escolhas.

Parabéns a todas!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui