Dia do Açougueiro: conheça a história de um dos negócios familiares mais tradicionais de Ibirapuã

Hoje, dia 09 de outubro, é comemorado o Dia do Açougueiro. Foto ilustrativa

Pouca gente sabe, mas neste dia 09 de outubro é comemorado o Dia do Açougueiro. É este profissional que tem como uma das suas funções conhecer todos os tipos de carne. Ele também precisa saber o modo correto de realizar cada um dos cortes. Porém, as suas tarefas vão além destas.

Os açougueiros também possuem a responsabilidade de cuidar da higiene e limpeza do local de trabalho. Isso garante a qualidade das carnes oferecidas, que você irá se alimentar nas suas refeições diárias ou naquele churrasco do fim de semana.

Mas, por trás do exercício cotidiano dessa profissão, estão guardadas histórias de vida pouco conhecidas, como a que iremos relatar agora.

Em 1989, uma família decidiu deixar a zona rural de Ibirapuã e se mudar para a sede do município. O desafio foi grande, mas enfrentado com muita coragem. Ter uma renda complementar era necessário.

Dona Alzira e Seu João

Foi então que a dona Alzira Costa de Jesus, hoje com 74 anos, resolveu tornar-se açougueira. Ela teve o apoio do Sidney dos Santos, um dos filhos, e do esposo, o senhor João Pereira dos Santos, 77, que continuou trabalhando fora da cidade.

De lá para cá, já se passaram 31 anos e e a experiência no ramo foi adquirida com muito suor. Quando começaram, o ponto comercial era na feira: barracas de madeira, depois de cimento. Por várias vezes, era necessário retirar todas as carnes no fim da feira, debaixo de sol forte ou de chuva.

Em determinado momento, dona Alzira se viu impedida de vender carne ao ar livre e, como uma grande guerreira, precisou trabalhar com outros produtos. Depois, aos 63 anos, se deparou com um câncer e seu cotidiano foi totalmente modificado.

O tempo passou e ela venceu a luta contra a enfermidade. Não demorou muito e o trabalho de açougue retornou, com mais dois filhos ajudando, a Adriana e o Reginaldo, conquistando gradativamente o reconhecimento da comunidade ibirapuense.

O amor pela profissão alcançou toda a família, embora nem todos atuem no ramo. Hoje, possuem ponto próprio, com melhores instalações e administrado pelo Sidney, que esteve junto desde o começo. A Casa da Carne fica na rua Heitor Dias.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui