Delegada fala sobre áudios relatando onda de sequestros de crianças em Teixeira; conheça a origem

A coordenadora da 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), delegada Valéria Fonseca Chaves. Foto: Arquivo/OSollo

Há alguns meses, a circulação de áudios via Whatsapp informando uma onda de sequestros, supostamente em Teixeira de Freitas, vem causando certo alarde em pais e mães preocupadas com a segurança de seus filhos. Os alertas apavorados descrevem um sequestro violento em porta de escola em que um pai é esfaqueado e, ainda, de uma tentativa próximo a uma rede de supermercados.

Entramos em contato com a coordenadora da 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), delegada Valéria Fonseca Chaves, acerca da veracidade e esclarecimento das ocorrências. O jornalismo d’O Sollo conseguiu a informação de que, provavelmente, os áudios relatam ocorrências em Salvador, tendo em vista a descrição dos casos e que a rede de supermercados citada se estende por toda Bahia.

Conforme o site Varela Notícias, em Salvador, o boato também foi desmistificado pela Polícia Civil.

A redação do Verdades Políticas também entrou em contato anteriormente com a coordenadora, que negou a existência de alguma ocorrência envolvendo sequestro de crianças em Teixeira de Freitas.

Essa informação é fakenews. Não temos conhecimento de nenhum registro de ocorrência neste sentido. As pessoas não devem confiar em tudo que ouvem na internet devido a propagação do fakenews, que acabam disseminando ocorrências e situações que não estão ocorrendo”, declarou a delegada.

Com informações: Verdades Políticas

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui