De 2006 a 2010, assassinatos cresceram 50,7% na Bahia

Foto ilustrativa
O índice de homicídios dolosos na Bahia cresceu 50,72% entre 2006 e 2010, período do primeiro mandato do governador Jaques Wagner. Em 2006, foram 3.222 mortes para 4.856 no ano passado. Para se ter uma idéia da dimensão da violência no Estado, aqui morreu mais do que em países que estão em guerra civil, como o Iraque, que registrou 3.976 civis mortos. Estados com fama de violentos, no mesmo período, conseguiram reduzir seus índices de violência, como Rio de Janeiro, São Paulo e Pernambuco, que diminuíram os casos de assassinatos em uma média de 25%, no mesmo período. Em Salvador, o crescimento dos homicídios é ainda mais assustador: de 967, em 2006, para 1.638 mortos – alta de 70%. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) atribui o aumento ao tráfico de drogas.

Fonte: A Tarde

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui