Criança de Itabatã queimada com água fervente é transferida em unidade aérea para Salvador

Criança de Itabatã queimada com água fervente é transferida em unidade aérea para Salvador. Foto: Ascom
Com o apoio da Prefeitura Municipal de Mucuri, um garotinho de 1 ano e 7 meses de idade que teve parte do corpo queimado na noite da última sexta-feira (12), após um acidente doméstico com água quente, no bairro Cidade Alta, no distrito de Itabatã, foi transferido na noite deste domingo (14/03) para uma unidade especializada no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. O avião pousou no Aeroporto 9 de Maio, em Teixeira de Freitas, às 19h deste domingo.
A criança chegou à cidade de Teixeira de Freitas conduzida por uma ambulância do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e depois embarcou na unidade aérea na companhia da sua avó. A criança teve parte do corpo queimado com água quente, com queimaduras de segundo grau nos braços, no abdômen, no tórax, na barriga, nas costas e parte do rosto.
A avó Maria dos Anjos dos Santos contou que o acidente foi muito rápido. Num ligeiro descuido, o bebê pegou na alça da panela que estava no fogo, cozinhando ovos, quando o utensílio virou e a água quente atingiu todo o corpo da criança. A mãe do bebê, a jovem senhora Sarah Lima Félix Santos, 21 anos, já está em Salvador desde o início do mês de março, acompanhando o seu outro filho mais novo, um recém-nascido, que nasceu com problemas congênitos e se encontra na UTI.
Logo após o acidente, o garotinho Enzo Gabriel com queimadura atingindo uma área calculada de superfície pela tabela de Lund Browder em aproximadamente 25%, foi socorrido e levado para o Hospital São José em Itabatã, onde foi prestado toda assistência e atenção necessária para estabilizar a criança para uma transferência segura e, como não há tratamento específico para queimados no município, tão logo deu entrada na unidade, ele foi inserido na CER – Central de Regulação do Estado pela necessidade de transferência imediata para uma unidade de referência para atendimento a queimados e terminou transferido na noite deste domingo (14) para Salvador.
Conforme o secretário Municipal de Saúde de Mucuri, Fernando Jardim, desde o primeiro momento que ocorreu o acidente doméstico com a criança, o município por determinação do prefeito Robertinho deu toda a assistência e se trabalhou permanentemente nas últimas 48 horas junto à Secretaria de Saúde da Bahia e mobilizou toda a rede de relacionamento do Estado, inclusive, com ajuda do deputado estadual Carlos Robson “Robinho”, tanto para se conseguir uma vaga na unidade especializada em Salvador, quanto para se conseguir a unidade área para que acontecesse a transferência da criança em estado emergencial.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui