Conquista: Após 67 dias, bebê com síndrome rara consegue transferência

Ana Cecília foi transferida para Salvador na noite desta quarta-feira (28).

Criança sofre da síndrome nefrótica; Justiça já havia pedido transferência.

Ana Cecília, a criança de cinco meses que sofre de problema grave nos rins, a chamada síndrome nefrótica, conseguiu ser transfererida do Hospital Geral de Vitória da Conquista, para o Hospital Roberto Santos, em Salvador, na noite desta quarta-feira (28), segundo informam a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia(Sesab) e o pai da criança, Glauber Mendes.

A criança já estava internada há 67 dias mantida em isolamento na UTI pediátrica por conta da síndrome. O caso teve até intervensão judicial que determinava a transferência imediata da bebê para uma unidade que oferecesse o serviço de nefropediatria, mas ainda assim a mudança de hospital não foi feita, mesmo com pena diária arbitrada em R$ 1 mil.

A direção do hospital informou que a transferência da menina dependia de vaga no Hospital das Clínicas em São Paulo. Mas, de acordo com informação da Sesab nesta quarta-feira, a criança foi transferida em uma UTI aérea para internamento e investigação diagnóstica no setor de nefropediatria do Hospital Roberto Santos, na capital baiana.

“É um alívio ver que minha filha conseguiu a transferência. Eles [médicos] disseram que vão analisar o caso dela e ver se vai poder fazer o tratamento dela por aqui [Bahia], se houver necessidade ela vai para São Paulo, se não precisar, vai ficar por aqui mesmo, ou no Roberto Santos ou em um hospital particular, mas o tratamento vai ser pago pelo governo”, expliga o pai da criança, Glauber Mendes.

Ainda conforme a Sesab, a paciente será avaliada por um nefropediatra para avaliar a necessidade de biópsia renal e investigação genética ou demais exames.

 

 

 

 

 

Fonte: G1, com informações da TV Sudoeste

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui