Companheiros de Jesus

Ouvindo isso, Jesus lhes disse: “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim para chamar justos, mas pecadores”. (Marcos 2.17)

Costumamos dizer: diga-me com quem andas e direi quem és. A validade dessa afirmação está no significado aplicado ao verbo “andar” que significa “sintonia”, “comunhão de ideias”. Neste caso, aplica-se também a afirmação, inclusive bíblica, de que “dois não andarão juntos se não pensarem da mesma forma” (Amos 3.3). Jesus veio andar junto conosco, embora não pense como nós. Ele andou em companhia de pessoas de reputação duvidosa, para dizer o mínimo. Seus discípulos não eram pessoas acima de qualquer suspeita. Esse foi o tipo de gente com quem Jesus andou, porque foi exatamente este tipo de gente que Ele veio buscar e salvar. Entre eles estamos eu e você.

A palavra de Jesus no texto de hoje foi dirigida aos escribas e fariseus que se julgavam superiores, melhores, puros, mas a quem Jesus chamou de “sepulcros caiados”, aparentemente limpos, mas interiormente cheios de podridão. E o problema não era a podridão, mas o fato de a negarem, pois Jesus veio buscar os podres. E a verdade é que não há outro tipo de gente por aqui. Somos todos doentes, somos todos pecadores e jamais deveríamos nos esquecer disso! Porém, se nos deixamos alcançar por Cristo, que veio nos buscar, poderemos viver acima de nossa condição pecaminosa. Poderemos ser fortalecidos para dizer “não” ao pecado que nos seduz a dizer “sim”. Verdadeiramente, há apenas um tipo de pessoa capaz de viver acima do pecado: quem está sendo curado por Cristo.

Nossa enfermidade é a nossa fraqueza e susceptibilidade ao mal, que nos atinge tanto vindo de fora como de dentro de nós. Somos pecadores porque temos essa enfermidade e porque agimos de maneira errada por causa dela. O Senhor Jesus veio nos trazer cura (salvação). Ele nos perdoa e nos faz perceber a benção de nos sentir puros e renovados. Ele nos ama e nos alimenta com propósitos novos, para que tenhamos direção para viver. Ele nos concede Sua presença permanente por meio do Espírito Santo. Ele faz isso várias vezes ao longo de nossa vida e assim vai nos aperfeiçoando. Se Ele está fazendo isso com você, você tem algo a dizer aos demais pecadores. Não se afaste. Faça como Jesus: busque-os. Leve o Jesus que vive em você a eles!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui