Comerciantes da feira do Juca Rosa em Eunápolis reclamam das péssimas condições do local

Falta de saneamento, insegurança e a ação de vândalos estão entre as principais reclamações

No início do mês de dezembro do ano passado, chuvas e ventos fortes causaram prejuízos na região, em Eunápolis, placas, letreiros e até coberturas de empresas foram arrancadas pelo vento. No mesmo período, a feira coberta no bairro Juca Rosa também sofreu danos por conta da ação da natureza. Os banheiros públicos construídos para atender aos feirantes e à população, tiveram o teto arrancado e o funcionamento comprometido, impedindo o uso e trazendo desconforto para a população.

Feirante a mais de 14 anos, dona Silvana de Jesus Lima, disse que a interdição dos banheiros dificulta a vida de que trabalha no local, sendo que muitos deles moram distantes da feira coberta e ficam sem opção para necessidades básicas durante o dia inteiro. “Mesmo com sede, a gente fica sem querer beber nem um copo de água para não precisar ir ao banheiro. Fora isso, quando não tem jeito temos que pedir a um morador para usar o da casa dele”, disse. Já o feirante Antônio Oliveira, aponta que mesmo antes da destruição das estruturas dos banheiros, o local já estava em péssimas condições, “como não tem nenhum tipo de fiscalização, os moradores de rua entram e deixam o banheiro um verdadeiro chiqueiro, nem dá para ficar perto. Isso só espanta os clientes”, reclamou.

Ainda sobre os problemas sanitários dos banheiros da feira do bairro Juca Rosa, a insegurança também traz problemas para comerciantes e consumidores, “muitos mendigos dormem aqui e fazem as suas necessidades perto das barracas, isso é nojento e acaba com o nosso comércio”, disse a feirante, Silvana de Jesus Lima.

A secretaria de Infraestrutura de Eunápolis informou que em poucos dias, o município irá reformar os banheiros do local e providenciará acompanhamento sobre as condições das estruturas da feira.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui