Começou a 2ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional em Teixeira de Freitas

Conferência discute segurança alimentar em Teixeira. Fotos: Elizeu Portugal/OSollo

Através das Secretarias de Assistência Social e de Agricultura, a 2ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) de Teixeira de Freitas teve início na manhã desta quinta-feira, dia 31.

As discussões acontecem durante todo o dia no auditório da Igreja São Pedro, na praça dos Leões. O tema desta edição é “A fome voltou! Comer é um direito”.

O evento reúne representantes de várias entidades e produtores

A conferência é uma realização da Prefeitura de Teixeira de Freitas, por meio do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional.

Dentro da programação, tem palestras e debates ligados à apresentação, elaboração e aprovação de propostas em três eixos:

  1. Sistemas agroalimentares, desenvolvimento e seus dilemas
  2. Política estadual de SAN e programas: conquistas e desafios
  3. A SAN nos municípios: experiências bem-sucedidas

Acontece ainda a apresentação das ações do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) no município de Teixeira de Freitas.

Os secretários municipais Gilberto Souza (A. Social) e Dori Neves (Agricultura)

Entre as autoridades presentes, o secretário de Assistência Social, Gilberto Souza, que fez a abertura da conferência, ressaltou as necessidades e dificuldades dos produtores rurais.

É muito oportuno o momento dessa conferência para, justamente, debater tais temas e fazer os devidos encaminhamentos para obtermos melhorias para os pequenos produtores e também as famílias teixeirenses que consomem os alimentos“, disse Gilberto.

Segundo o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Dorivaldo ‘Dori’ Neves, o evento reúne representantes de entidades e produtores para discutirem a situação dos programas ligados ao setor.

São programas que visam atender uma população em vulnerabilidade social, por isso a importância de ouvir os representantes dos interessados. Daí irão sair as demandas, relatórios para Salvador e Brasília“, comentou Dori.

Entre as etapas posteriores, o relatório final da Conferência Municipal de SAN deve ser encaminhado ao Conselho Estadual de Assistência Social.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui