Coletivo das Artes Motirô apresenta exposição “Do barro ao infinito”

Acontece a partir de hoje, até 02 de janeiro, mais uma exposição na Galeria Motirô, do Coletivo das Artes Motirô, que fomenta a arte e a cultura na cidade; a galeria fica no shopping PátioMix.

A exposição “Do barro ao infinito” mostra a fascinante e  encantadora   facilidade  do artista  Cil Farney Gonzaga em expressar sua passagem por esse mundo com diferentes linguagens e técnicas. Ele consegue transmitir em cada peça as  emoções do seu dia a dia, são detalhes minuciosos que não devem passar desapercebidos em cada linha sinuosa, traços, modelagem,  mostra com diferentes técnicas  que viver  chega a ser uma passagem em camadas e que necessitamos com urgência desvendar cada uma delas.

Todo o seu trabalho foi inspirado em  momentos de mudanças,  elas  no viram do avesso, na maioria das vezes, e  não se filtram apenas como dúvidas internas, mas por um momento de grande desafio externo,  não só para o artista , mas o cidadão, e diante de  toda a população em momentos pandêmicos, quando houve  uma mudança e, de repente, tudo se tornou um medo absoluto do porvir, um misto de esperança e pavor iniciando uma pandemia em todos os aspectos, mas para quem já nasceu para estrelar, a  vida se torna mais suave em seus passeios pelo universo, deixando apenas espaço para a criação.

Segundo as curadoras da Exposição, Wanda Muniz e Katia Aslene, a exposição vem trazer essa marca com muita expressão, provocando o público a pensar nas grandes fases que permeiam a mente humana e que são apenas momentos que a qualquer momento podemos puxar a direção da origem de cada um de nós ao infinito, que apesar do ventos que sopram contrário ainda conseguimos nos aprumar num mar revolto e ancorar.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui