Ciclone se formou no mar e não deve passar pelo continente; alerta vale até a terça-feira

Imagem: Reprodução/CPTEC

O ciclone tropical que se formou sábado (23) próximo a costa do Espírito Santo e ao Litoral Sul do Estado da Bahia está em alto-mar, a 150 quilômetros do município baiano de Porto Seguro e não deve passar pelo continente.

De acordo com Paulo Luz, superintendente da Defesa Civil Do Estado (Sudec), a atividade climática se movimenta lentamente em direção ao norte do Espírito Santo.

Apesar da boa notícia, o sinal alerta para atividades marítimas continua valendo, advertiu Luz. “Há risco para qualquer tipo de embarcação no mar enquanto o ciclone estiver vigente”, falou.

O maior perigo causado pelo fenômeno climático é a formação de grandes ondas, que podem chegar até a quatro metros de altura. A recomendação neste caso é para que a população evite o mar em municípios como Nova Viçosa, Mucuri e outras cidades do Litoral Sul da Bahia até segunda-feira (25).

“Vamos alertar para que a Defesa Civil de cada município tenha atenção e alerte para que ninguém vá para o mar neste período”, falou Luz. A velocidade dos ventos também deve continuar alta até segunda-feira, acompanhada de chuvas pelo estado.

Por meio de nota neste domingo, 24 de março, a Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) e em colaboração com o Instituto Nacional de  Meteorologia (INMET) e o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE), informa que a Depressão Tropical que se formou no litoral sul do estado da Bahia apresentou intensidade dos ventos de 65 km/h (35 nós) às 9h do dia 24 e foi reclassificada como Tempestade Tropical “Iba”, com centro na posição geográfica 18.5ºS 036ºW, em alto-mar, nas proximidades da cidade de Conceição da Barra (ES).  Seu deslocamento é previsto para a direção Sudoeste e seus efeitos poderão ser sentidos no litoral sul do estado da Bahia e do Espírito Santo, até o dia 26, terça.

São esperados ventos fortes nas proximidades do litoral sul do estado da Bahia e do Espírito Santo, podendo atingir 87 km/h (47 nós) em alto-mar, no setor Leste do ciclone, e 61 km/h (33 nós) junto à costa, durante todo o período de atuação do ciclone. Há previsão de mar grosso a muito grosso, com alturas de ondas entre 3,0 e 5,0 metros em alto-mar e possibilidade de ocorrência de ressaca atingindo a costa entre Vitória (ES) e Caravelas (BA), com ondas de até 2,5 metros, até a noite do dia 25.

A condição de tempo severo provocada por esse sistema ocorrerá principalmente em alto-mar, associada à chuva intensa.

Com informações: Radar64

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui