César quer trecho da BA na duplicação da BR-101

O senador César Borges (PR-BA) pediu ontem (01) uma solução do governo federal para incluir a Bahia na duplicação da BR-101, para evitar prejuízo ao desenvolvimento do estado. De acordo com o senador, a rodovia será duplicada até o Espírito Santo, ao sul, e até Sergipe, ao norte do estado, mas a Bahia ficará sem duplicação. “Tínhamos a esperança de que a BR-101 seria duplicada no sul da Bahia, mas para nossa surpresa, a concessão chegará apenas a Mucuri, na divisa com o Espírito Santo”, afirmou. Para ele, a exclusão do estado não tem lógica.

“Fui informado que o governo do Espírito Santo ficou contra a inclusão da Bahia, e argumentou que se a concessão incluísse nosso estado, a rodovia ficaria com pedágio elevado”, segundo César Borges. Por causa disso, o governo capixaba pediu que o governo federal restringisse a concessão até a divisa baiana, deixando o restante da duplicação para eventuais recursos orçamentários. “Infelizmente, os recursos que eram esperados para entrar no PAC, lamentavelmente, não foram confirmados para o trecho baiano”, afirmou.

Dificuldades na infra-estrutura

César Borges disse que a Bahia está ficando para trás em outros tipos de infra-estrutura, além do rodoviário. No caso dos portos, recursos para ampliação do Porto de Salvador também foram cortados, enquanto o novo Porto Sul, em Ilhéus, enfrenta dificuldades, colocando em risco a Ferrovia Oeste-Leste, que se viabiliza com o porto. “Não há ferrovia sem porto e porto sem ferrovia, e não vemos solução a curto e médio prazo”, afirmou. O senador disse que o IPEA identificou 30 obras necessárias aos portos baianos, mas apenas cerca de 20% foram incluídas no PAC.

Com relação aos aeroportos, César Borges lembrou que foram fechados mais de 20 deles nos últimos anos, na Bahia, enquanto nenhum aeroporto novo foi construído. “Recordo-me que, como governador, fizemos novos aeroportos, como o de Valença, para atender uma região de grande potencial turístico”, afirmou. Ele ainda disse que o Aeroporto de Lençóis ganhou balizamento noturno, “que foi roubado”, enquanto o Aeroporto de Porto Seguro está enfrentando um gargalo que prejudica o turismo da região, considerada o segundo pólo de atração do Nordeste.

O senador elogiou, entretanto, investimentos do Ministério dos Transportes, que recupera 3.500 quilômetros de estadas na Bahia, alem de haver concluído obras estratégicas para o estado, como a ponte da BR-030 que liga Carinhanha a Malhada, no sudoeste baiano. “Hoje, a malha rodoviária está em condições excelentes no nosso estado, mas precisamos lutar para que rodovias estruturantes sejam implantadas no estado”, afirmou César Borges. Por isto, defende que o governo federal coloque recursos para duplicar a BR-101 na Bahia.

 

Fonte: Ascom do senador César Borges

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui