Centro de Porto Seguro terá Feira de Produtos Orgânicos

Uma feira de produtos agroecológicos no centro da cidade. Fotos: Ascom

Desde o ano passado, os consumidores de Porto Seguro solicitavam uma feira de produtos agroecológicos no centro da cidade. A partir daí os agricultores, em parceria com a Prefeitura e Secretaria de Agricultura escolheram a praça da Casa da Lenha, junto à Tarifa para receber a feira. “Quem já levanta cedinho para buscar o peixe agora poderá levar para casa também verduras, frutas e legumes fresquinhos para uma salada e acompanhamentos”, diz a coordenadora do projeto Selo Orgânico da Seagri, Adriana Rocha.

Atualmente, a Feira de Agroecologia funciona em Arraial d´Ajuda e Trancoso, aos sábados e na praça dos Pataxós, na Orla Norte de Porto Seguro, às sextas. Na praça da Tarifa, funcionará a partir da próxima sexta-feira, dia 11 de janeiro, das 7 às 13 horas. E na primeira feira, quem fizer compras no valor acima de R$ 30 ganha uma sacola retornável. Entre os produtos encontrados estão aipim, banana, legumes, verduras, frutas, geleias, mel, ovos caipira, melado, pães, bolos e outras delicias saudáveis.

Certificação Orgânica

A coordenadora do projeto lembra que os produtos orgânicos são cultivados sem adubação química, nem defensivos ou aditivos sintéticos. Participam da feira os agricultores que aderiram ao processo de Certificação Orgânica Participativa da Rede Povos da Mata e os agricultores que já possuem o certificado orgânico. “Todos são acompanhados pela equipe técnica da Secretaria de Agricultura, que dá apoio aos participantes do projeto Selo Orgânico, criado em 2017 pela Prefeitura de Porto Seguro para incentivar a produção de alimentos saudáveis no município”, explica Adriana Rocha.

A família do índio Gedeon é uma das que já colhe, literalmente, os frutos da agricultura orgânica. “Há seis meses minha família recebeu o certificado de Conformidade Orgânica da Rede Povos da Mata. Com isso estamos cultivando verduras, legumes e hortaliças, com todo carinho. Cada produto tem a nossa história e vem com heranças de nossos guerreiros. Esperamos que a feira da Tarifa venha com muita troca de conhecimento, onde o nosso cliente sinta entusiasmo em consumir nossos produtos de qualidade”, diz Gedeon.

Porto Seguro é a primeira cidade do Extremo Sul a aderir à Certificação Participativa da Rede Povos da Mata. O agricultor que cumpre todas as etapas do processo de certificação recebe o Selo Orgânico. Com este selo ele pode comercializar seus produtos em mercados, lojas e feiras com a garantia de rastreabilidade. Atualmente 100 famílias são atendidas pelo projeto, sendo metade de aldeias indígenas. O projeto atende a região de Trancoso, Arraial, área rural de Porto Seguro, Caraíva e Monte Pascoal.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui